A pirataria é um mal que assola desenvolvedores e distribuidores de softwares. Mas programadores criativos sempre acabam encontrando formas não convencionais de “dar o troco” – já vimos, inclusive, 20 casos em que gamers foram trolados ao adquirir cópias ilegais de jogos, lembra-se?

Desta vez, Jack Underwood, criador do app Today Calendar Pro, foi quem decidiu importunar a vida de quem não está disposto a desembolsar R$ 14,99 por seu bem conceituado aplicativo. Por meio de postagem publicada junto do fórum Reddit, Underwood comunicou aos piratas de plantão sua mais nova forma de combate à prática criminosa.

Today Calendar Pro atingiu a marca dos 85% de pirataria, então decidimos combater isso a partir da inserção de ‘temas de eventos piratas aleatórios’ em cópias adquiridas e instaladas de forma pirata”, informa o desenvolvedor. Significa que alertas como “andar na prancha” serão exibidos sem aviso prévio em cópias não autorizadas do aplicativo de calendário.

Ainda de acordo com Underwood, o objetivo do novo recurso não é fazer com que a pirataria seja banida; a ideia é baixar a taxa de 85% de cópias ilegais para pelo menos para 50%. “Apenas para ser claro: não tenho um grande problema com a pirataria, e posso entender porque as pessoas fazem isso. Não tenho ferramentas de prevenção à pirataria em Today Calendar Pro, e espero que a quantidade de versões piratas chegue a 50%”, explica.

“85% é um número um pouco alto para mim, então vou tonar a vida um pouco mais difícil de quem decidir obter o aplicativo de forma pirata”, justifica Underwood. Mais informações sobre o app podem ser conferidas por meio da Google Play Store – leia todas as declarações do desenvolvedor aqui, em inglês.

Cupons de desconto TecMundo: