Recentemente, nós publicamos um artigo comentando sobre a nova guerra de placas de vídeo. Na ocasião, falamos sobre as vendas das duas fabricantes que disputam terreno no mercado de placas dedicadas para desktops.

De acordo com os últimos relatórios, a AMD detém apenas 20% do Market share neste segmento, de modo que isso vem sendo um fator bastante preocupante para a própria companhia, bem como para as parceiras que apostam em seus produtos.

Agora, no entanto, a TUL Corp, responsável pela PowerColor e pela marca VTX3D, anunciou que está encerrando a fabricação de suas placas mais modestas, ou seja, as que integram a linha de produtos VTX3D.

Tanto a produção quanto a marca deixarão de existir, sendo que somente alguns dispositivos de estoque ficaram no mercado. A TUL, no entanto, se compromete em manter a garantia e suporte para todos os consumidores de acordo com as respectivas leis estabelecidas em cada país.

As placas VTX3D que começaram a ser vendidas em 2009 tiveram boa aceitação na Ásia e em alguns países da Europa, antes mesmo de AMD comprar a ATI. Acontece que, de 2011 até 2015, a marca viu que o interesse do consumidor reduziu bastante, não só pelos seus produtos, mas por todos os componentes dedicados para desktops.

Segundo os dados divulgados pela TUL, o mercado de placas gráficas reduziu de 68,4 milhões em 2011 para 44 milhões em 2015. Neste mesmo período, a fatia da AMD reduziu de 27 milhões para 8,8 milhões — o que indica uma redução de quase 70% nas vendas. Obviamente, a marca TUL investirá muito mais na PowerColor, que atenderá melhor todos os segmentos.

Será que a AMD vai conseguir recuperar mercado com a chegada das placas da série RX? Resta aguardar para ver qual será a resposta dos consumidores, já que, de acordo com os dados, as pessoas demonstram cada vez menos interesse por PCs gamers.

Cupons de desconto TecMundo: