Em uma sessão de perguntas em respostas do Reddit, representantes da equipe de desenvolvimento do Pixel C, o primeiro tablet feito pela Google, revelaram que o dispositivo deve receber alguns novos recursos para torná-lo “mais produtivo” em um futuro próximo. Por exemplo, a empresa já está trabalhando em uma função que permitirá usar dois ou mais apps na tela do tablet ao mesmo tempo, bem ao estilo Windows 10.

A falta desse recurso está sendo uma das maiores críticas direcionadas ao tablet em análises de veículos internacionais que já receberam o produto. Basicamente, pouco adiantaria ter um tablet com um bom teclado se não há software versátil o suficiente para produtividade.

Acredita-se que essa função estará integrada a alguma versão futura do Android, ficando, portanto, disponível para toda a gama de aparelhos que usa a plataforma atualmente. A linha Surface, da Microsoft, e, mais recentemente, o iPad Pro, da Apple, já possuem o recurso.

Ok, Google?

Fora as funções de tela dividida, a equipe do Pixel C ainda comentou que estão trabalhando na possibilidade de acordar o tablet com o comando “Ok Google” mesmo com o aparelho bloqueado. Isso já é uma realidade em diversos smartphones da Motorola e também nos próprios Nexus mais recentes.

Para completar, a entrada USB-C do Pixel C deve ser compatível com monitores DisplayPort em breve. Por enquanto, ainda não é possível ligar o tablet a telas dessa natureza, mas uma atualização deve corrigir o problema. Contudo, ainda não há uma data concreta para a liberação desse e dos outros recursos.

Qual tablet é melhor para produtividade: Surface Pro 4, iPad Pro ou Pixel C? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: