O site Mega Filmes HD e seus administradores foram alvo de uma ação da Polícia Federal, intitulada Operação Barba Negra, que culminou, nesta quarta-feira (18), na prisão de um casal e na condução de outras cinco pessoas a unidades da PF para prestação de esclarecimentos. Essas cinco pessoas já foram liberadas, enquanto o casal permanece em prisão temporária. A ação contou com 14 mandados judiciais e foi levada a cabo nas cidades de Cerquilho e Campinas, em São Paulo, e Ipatinga, em Minas Gerais.

Depois de, na noite de quinta-feira (19), ter sido negado o pedido de revogação da prisão temporária do casal, a defesa dos administradores do Mega Filmes HD entrou com uma solicitação de habeas corpus, na manhã desta sexta-feira (20). Em entrevista ao G1, o advogado do casal diz que, se o pedido de habeas corpus for negado, o caso será levado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), localizado em Brasília.

Operação Barba Negra

Segundo o advogado de defesa, a polícia se concentrará, a seguir, em descobrir a identidade de publicitários e outros patrocinadores do site. Segundo a PF, o casal que administrava o Mega Filmes HD lucrava cerca de R$ 70 mil por mês, oferecendo um acervo de 150 mil filmes, séries de televisão e shows, que muitas vezes eram transmitidos antes de estrearem oficialmente. A polícia estima que o site recebeu um total de 60 milhões de visitas por mês no primeiro semestre deste ano, sendo 85% delas de brasileiros.

O site, considerado pela polícia como o maior de pirataria na América Latina, tinha o seu lucro vindo da publicidade online: “A pessoa interessada em ver um vídeo desse site precisava clicar pelo menos três vezes em publicidade, o que gerava uma receita”, explica, em entrevista ao G1, o delegado da Polícia Federal Valdemar Latance Neto.

As contas bancárias dos sete investigados nessa operação foram bloqueadas, sendo que eles respondem por constituição de organização criminosa (que tem pena de três a oito anos e multa) e violação de direitos autorais, com pena de dois a quatro anos e multa.

O site original do Mega Filmes HD foi retirado do ar pela Justiça, mas uma nova versão nos mesmos moldes, cujos administradores são desconhecidos, promete estar em pleno funcionamento em quatro semanas. Enquanto isso, fãs fazem uma petição online pedindo a libertação dos administradores do serviço.

Via Minha Série.

Cupons de desconto TecMundo: