Quem vive no Reino Unido e tem o hábito de baixar músicas, filmes e séries ilegalmente está prestes a se arrepender muito de fazê-lo. Isso porque o país acaba de anunciar que fará uma investida gigantesca contra a pirataria no território, que tem como alvo tanto páginas que disponibilizam arquivos que violam direitos autorais quanto as pessoas que os baixam.

A ação será encabeçada pela empresa alemã Maverick Eye, especializada no monitoramento de dados BitTorrent, e o escritório de advocacia Hatton & Berkeley, sendo considerada uma das maiores campanhas anti-pirataria já lançadas pelo Reino Unido. Aqueles que forem descobertos como infratores serão multados; caso se recusem a pagar, eles serão formalmente acusados em um processo judicial.

Antes que você pense que isso será algo difícil e trabalhoso de executar, saiba que é bem o contrário: segundo o site TorrentFreak, conseguir informações detalhadas de inscritos em sites que disponibilizam conteúdo ilegal é consideravelmente fácil, para as empresas donas dos direitos autorais. Logo, espere ver um número realmente grande de pessoas sendo punidas, que provavelmente vai passar da marca dos milhões.

Se já era difícil antes, quem dirá agora...

Não é de hoje que o Reino Unido tem atacado ferrenhamente os infratores das leis de direitos autorais online, vale notar. Já faz algum tempo, por exemplo, que o país pune pessoas que distribuem conteúdo pirata, como donos de sites torrent, com até dez anos de cadeia. E mesmo os infratores menores (que apenas baixam conteúdo ilegal) já recebem punições e multas, por lá.

Em seu anúncio, a Maverick Eye deixou bem claro que a situação só vai complicar para essas pessoas. “Desde julho deste ano, a Hatton & Berkeley e a Maverick Eye estiveram ocupadas trabalhando com produtores, advogados, figuras-chave na indústria, investidores, parceiros e apoiadores para desenvolver um programa para proteger a indústria e defender o cinema do Reino Unido contra a excessiva pirataria online”, declarou a companhia.

A empresa ainda continua, avisando que esse é o apenas o começo: “A indústria de entretenimento pode esperar ainda mais desses experts enquanto eles continuam a lutar contra a pirataria no Reino Unido”.

Um anúncio quanto às companhias de direitos autorais representadas por elas não foi revelado, mas sabe-se que a Maverick Eye já está trabalhando em conjunto de algumas produtoras de filmes.

Você acha que a pirataria está com os dias contados ou vai continuar? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: