A polícia da Dinamarca prendeu dois indivíduos que seriam ligados a páginas sobre o Popcorn Time, o serviço pirata de streaming de filmes e séries via torrent. Os sites de ambos, Popcorntime.dk e Popcorn-time.dk, foram retirados do ar e estão sob investigação.

De acordo com o Torrent Freak, os dois presos têm cerca de 30 anos de idade e terão o caso conduzido por um órgão local chamado de Promotoria do Estado Dinamarquês para Crimes Sérios Internacionais e Econômicos. E isso seria só o começo: moradores da região que também são donos de domínios ou serviços ligados ao Popcorn Time temem que prisões massivas sejam realizadas em breve.

A polêmica da vez está no fato de que ambos os sites não são piratas em si nem possuem material hospedado que infrinja direitos autorais. Eles nem sequer pertencem ao PopcornTime original: trata-se apenas de páginas com dicas, notícias e tira-dúvidas sobre o sistema. O cuidado era tanto que o programa nem era linkado diretamente para download. Os suspeitos também não possuem conexão com o desenvolvimento da ferramenta. A acusação é por "distribuir conhecimento e guias sobre como obter material ilegal online".

Porém, as autoridades locais parecem confiantes. Segundo o inspetor local de polícia, Michael Hellensberg, o caso significa que donos de sites podem ser revelados para a polícia e que tal comportamento pirata é ilegal. A pena máxima da lei de direitos autorais na Dinamarca é de seis anos de prisão e ambos os réus já confessaram as atividades, mas o julgamento ainda não está marcado.

Você está atento para os riscos de serviços como o Popcorn Time? Opine no Fórum do TecMundo