O Oscar, a maior e mais cobiçada premiação do cinema, é algo que encanta qualquer apreciador dessa bela arte. A nomeação dos indicados às categorias de 2015 aconteceu no começo da semana passada e, infelizmente, foi acompanhada de uma notícia triste para quem preza pela continuidade dessa forma de entretenimento. Segundo o site TorrentFreak, 95% das produções indicadas já foram vazadas em sites piratas para o mundo todo assistir.

De todas as 36 nomeações de 2015, 34 estão disponíveis ilegalmente através de algum site. Apenas o indicado ao melhor filme de animação, “Song of the Sea”, e um dos nomeados à categoria de melhor canção original, “Glen Campbell: I'll Be Me” (com a música “I'm Not Gonna Miss You”) não foram vazados na internet ainda.

“Song of the Sea”, um dos poucos indicados ao Oscar que ainda não vazou na web.

Caso sem precedentes

Ainda segundo o site TorrentFreak, a situação com a qual a indústria do cinema lida hoje é algo sem precedentes na história dessa arte. O ápice dessa situação ainda permanece com o último filme do Hobbit, que alcançou a marca de 500 mil downloads em apenas 24 horas.

A nomeação ao Oscar deu um gás na busca pelos filmes indicados. “The Theory of Everything”, o drama romântico que está entre aqueles que podem ganhar o prêmio de melhor filme, teve as suas buscas quadriplicadas em sites de torrent quase que instantaneamente depois que a lista dos indicados ter se tornado pública.

Depois da indicação, a busca pelo filme quadruplicou em sites de torrent.

Nem todos com uma boa qualidade

Porém, apesar de quase a totalidade dos nomeados estar disponível por meios ilegais, alguns deles ainda não possui uma qualidade “aceitável” de reprodução. “Beyond the Lights”, por exemplo, indicado ao Oscar de melhor canção original, só pode ser baixado através da qualidade CAM (sigla para “camcorded”, palavra que faz referência à captura de imagens dentro das salas de cinema). A maioria, entretanto, já está disponível em qualidade DVD, ou melhor.

25 dias

Os dados fornecidos pelo site TorrentFreak foram coletados em parceria com o especialista Andy Baio que ainda revelou um dado ainda mais preocupante para a Academia do cinema. Segundo o estudo, um filme demora em média 25 dias para vazar online depois de suas primeiras exibições, e isso antes mesmo do lançamento público.

Recorde infeliz: filme vazou mais de dois meses antes da estreia nos Estados unidos.

“Dois Dias, uma Noite”, por exemplo, reprodução que recebeu a indicação de melhor atriz para Marion Cotillard, bateu o recorde e foi disponibilizado na web mais de dois meses antes do lançamento oficial nos Estados Unidos. O que mais espanta no meio de tantas notícias devastadoras para o cinema é saber que a maior fonte de vazamento de cópias ilegais é a própria Academia de Hollywood.

Os indicados da tecnologia

A cerimônia de premiação do Oscar vai acontecer no dia 22 de fevereiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Entre os indicados, duas cinebiografias representam a “categoria” de ciência e tecnologia: “A Teoria de Tudo”, retratando a vida de Stephen Hawking, e “O Jogo da Imitação”, que conta a história de Alan Turing.

Cupons de desconto TecMundo: