(Fonte da imagem: Reprodução/Mega)

Se você acompanha as notícias sobre novidades tecnológicas, sabe que Kim Dotcom lançou um novo site voltado para downloads chamado simplesmente de Mega. O empresário alega que o seu novo projeto é totalmente legalizado e que ele não está infringindo nenhuma lei de direitos autorais.

Contudo, nem todos têm um olhar tão positivo em relação ao novo site — e inclua nessa lista grandes nomes da televisão e do cinema norte-americano. Por conta disso, a NBC Universal e a Warner Bros estão pressionando a Google para que o Mega seja retirado da sua lista de buscas, medida que já foi adotada em casos semelhantes.

Para enviar os seus pedidos para a gigante de Mountain View, as duas empresas mandaram uma notificação do DMCA — Lei dos Direitos Autorais do Milênio Digital. Com isso, elas alegaram que o Mega anda disponibilizando conteúdo protegido por direitos autorais, como episódios de seriados e filmes, por exemplo.

Ok, mas e qual é o problema?

Apesar de a NBC e a Warner terem agido por meios legais, a Google ainda não retirou o Mega das suas buscas pelo simples fato de que o site ainda não conta com links para download, de forma que o pedido das duas gigantes do entretenimento acaba sendo no mínimo estranho — ou sem motivos, se você preferir.

Além disso, Kim Dotcom se posicionou totalmente contra as notificações, afirmando que esse comportamento abusivo baseado na DMCA é estimulado através do consentimento do governo dos Estados Unidos. No entanto, a Google ainda não se tomou uma posição definitiva, de modo que o Mega ainda pode ser encontrado através de simples pesquisas.

Cupons de desconto TecMundo: