(Fonte da imagem: Divulgação/Associação da Indústria Fonográfica do Japão)
O download ilegal de qualquer tipo de mídia, assim como criar cópias de backup de DVDs e Blu-rays, pode em breve se tornar um crime no Japão, caso algumas emendas para a atual lei de direito autoral do país seja aprovada.

Caso isso aconteça, aqueles que violarem a nova lei poderão pegar até dois anos de prisão, além de ter de pagar uma multa de cerca de dois milhões de ienes (cerca de R$ 50 mil, de acordo com a cotação atual).

Além disso, se as emendas forem aceitas, mesmo discos que permitam seus donos a criar cópias de segurança também não poderão ser copiados para nenhum disco rígido. A única exceção se daria para mídias que não ofereçam nenhum tipo de proteção no disco (como é o caso da maioria dos CDs atuais).

A medida impressiona pelo nível da punição. Enquanto a pirataria é levada bastante a sério nos Estados Unidos, por exemplo, baixar arquivos ilegais não é considerado um crime no país e não acarreta em prisões, apenas em multas. Já se o Japão modificar as suas leis, não só baixar jogos e filmes, por exemplo, poderia levá-lo preso, como também fazer uma cópia de um disco que você comprou. Será essa rigidez a solução contra a pirataria?

Fonte: Wired

Cupons de desconto TecMundo: