(Fonte da imagem: iStock)

No final do mês passado, a Carpathia, empresa responsável pela hospedagem de arquivos do Megaupload, ameaçou apagar os 25 petabytes (25 milhões de gigabytes) de conteúdo enviado pelos usuários do serviço de compartilhamento. Se por um lado algumas pessoas buscam judicialmente o direito de reaver os seus documentos, vídeos e imagens de propriedade legal, na outra ponta da corda existem algumas instituições que querem dificultar isso.

Conforme publicação do site ARS Technica, uma delas é a Motion Picture Association of America. A organização, que defende os interesses dos maiores estúdios cinematográficos dos EUA, não quer que as pessoas recuperem seus arquivos sem a garantia de que todo o conteúdo devolvido não infringe as leis de direitos autorais.

De acordo com o informativo, a liberação sem fiscalização do que está sendo devolvido poderia fazer com que conteúdos ilegais voltassem a circular na internet. Uma nota liberada ontem pelo Governo Federal dos EUA de que os servidores da Carpathia poderiam conter pornografia infantil colocou mais lenha na fogueira.

Em suma, o caso Megaupload está cada vez mais enrolado e gerando mais recursos judiciais. Acompanhe o Tecmundo e fique por dentro dos próximos capítulos dessa novela.

Cupons de desconto TecMundo: