Devido à popularidade alcançada pela Uber no Brasil, o sistema está sendo usado como base para a criação de golpes que tentam roubar dados de seus usuários. O mais recente deles teve sua ação deflagrada no último sábado (17), quando mensagens de phishing começaram a oferecer R$ 100 em créditos para usar no aplicativo.

Usando um domínio com as palavras “Uber” e “Store”, os criminosos querem convencer usuários comuns a clicar em links que levam a páginas falsas. Lá, eles são convidados a inserir dados pessoais e informações de pagamento, que são capturadas pelos golpistas que as utilizam para benefício próprio.

O site falso exige que os consumidores insiram dados como número de telefone, primeiro e último nome, número do cartão de crédito, data de nascimento e CPF. Essas informações, combinadas com técnicas de engenharia social, podem causar estragos grandes que vão muito além da realização de compras não autorizadas.

Segundo o site We Live Security, ao menos 40 mil pessoas já leram o email e carregaram os conteúdos das mensagens de phishing desde que a mensagem começou a ser enviada. Para se proteger desse e outros golpes, é recomendado nunca inserir informações pessoais em páginas suspeitas, bem como desabilitar o carregamento automático de imagens e macros em seu email — bem como ter instalado um antivírus atualizado que será capaz de alertá-lo sobre possíveis ameaças.

Cupons de desconto TecMundo: