Sem sombra de dúvidas, ouvir músicas no smartphone é uma das funcionalidades mais utilizadas pelos usuários. Contudo, geralmente escutamos as nossas canções com fones de ouvido. Vez ou outra, as saídas de áudio do celular dão conta de reproduzir as faixas em um ambiente aberto, porém convenhamos: não é a melhor opção.

Por esse motivo, muitas empresas entraram no mercado de caixas de som. Com elas, as pessoas podem conectar o celular via Bluetooth para aproveitar o som em galera. É o caso da Philips BT7500, um poderoso equipamento para animar as festinhas.

Esse alto-falante é muito mais potente que a maioria dos concorrentes, mas não é portátil, pois depende de uma fonte externa. Apesar do alto desempenho, será que vale a pena investir em um aparelho com um preço – R$ 899 – acima do padrão? Confira o review completo abaixo.

Uma das caixas de som mais potentes do mercado

A maior parte dos equipamentos de som portáteis do mercado possuem cerca de 3 a 6 watts de potência. O modelo BT7500 da Philips conta com 30 watts, uma diferença enorme. Por isso, o desempenho deste alto-falante é bem maior que o dos concorrentes, tornando-o ideal para ser utilizado em ambientes amplos ou abertos.

Sem dúvidas, esse é um dos melhores aparelhos do gênero atualmente. O som é muito limpo, claro e livre de qualquer ruído. Mesmo no volume máximo, o dispositivo não perdeu qualidade em momento algum, portanto é possível aproveitar qualquer tipo de música intensamente.

Surpreendentemente, os graves do BT7500 são muito bons. Não é possível compará-lo a aparelhos que contêm um subwoofer separado, pois o módulo à parte garante uma potência maior. Entretanto, o desempenho desse alto-falante da Philips chega muito próximo ao dos equipamentos mais elaborados.

Embora a caixa de som seja exemplar, faltam alguns recursos simples, como um equalizador de som. A reprodução depende totalmente da qualidade da faixa do seu smartphone ou tablet. Alguns players oferecem opções de áudio, como reforço de baixos, amplificador de agudos, modo surround etc.

Especificações técnicas

Ideal para usar dentro de casa

Conforme mencionamos, este produto da Philips precisa ficar constantemente conectado à rede elétrica, destoando do conceito de caixas de som portáteis. Ou seja, apesar de dispor de uma tecnologia wireless, é impossível se livrar da fonte de energia.

De certa forma, o usuário deve escolher o que quer priorizar: mobilidade ou potência. O desempenho alto impossibilita que o aparelho dependa de uma bateria portátil e limita a utilização. Portanto, não podemos levar o equipamento para locais desprovidos de energia elétrica, algo que não acontece com os modelos concorrentes.

Por conta disso, o BT7500 é ideal para utilizar em festas menores dentro de casa ou ouvir música longe dos home theaters. Está fazendo um churrasco do lado de fora? É só levar o dispositivo para animar a reunião.

O design deixa um pouco a desejar

Infelizmente, o visual do BT7500 não faz jus ao seu verdadeiro potencial. Ele não é necessariamente feio, mas a estética não condiz com a de um modelo top de linha. O aparelho se assemelha a caixas de som antigas, pois não dispõe de um visor ou qualquer indicador. Há apenas um controlador de volume que, apesar de bonito, não é muito prático para medir os decibéis.

O grande problema é que ele não possui os limites de volume máximo e mínimo. Por ser um botão que gira “infinitamente”, é impossível saber em que altura o alto-falante está quando o ligamos. Portanto, atente-se a esse detalhe da configuração de reprodução do seu smartphonepara não tomar sustos.

O módulo de graves está localizado na parte de trás do aparelho e garante uma boa impressão logo no primeiro olhar. Certamente, ele corresponde às expectativas, conforme mencionamos acima. Porém, o produto poderia ser mais belo se seguisse a forma)lisa da traseira, um design que demonstra potência.

A embalagem é outro ponto positivo do BT7500. O aparelho vem muito bem protegido em uma caixa rígida, assegurando que quedas ou forças exageradas não o danifiquem durante o transporte.

Recursos extras

Além das funcionalidades descritas até agora, o modelo BT7500 traz alguns extras. Um deles é a conexão NFC, que funciona como um atalho para o emparelhamento Bluetooth. Essa facilidade é muito útil, pois economiza esforço e tempo, mas ainda podemos sincronizar smartphones e tablets da maneira convencional, ou seja, navegando nas configurações dos aparelhos.

E, por falar na tecnologia sem fio, a caixa de som dispõe de um recurso bacana chamado de Multipair, que permite que até três pessoas conectem seus celulares simultaneamente, eliminando o trabalho de desconectar um aparelho para conectar outro. Entretanto, se alguém executar uma canção, ela automaticamente substituirá a que está sendo reproduzida no momento. Portanto, cuidado com os amigos zoeiros.

Se você tem um iPod ou um dispositivo antigo que não conta com a tecnologia Bluetooth, fique tranquilo. A Philips colocou uma saída P2 para os usuários utilizarem a função auxiliar do alto-falante. Dessa forma, podemos utilizá-lo até no computador se assim desejarmos.

O produto possui também uma porta USB, mas provavelmente sua função é diferente da que você está pensando: a caixa de som não conta com nenhum tipo de controlador além do botão de volume, portanto não há como espetar um pendrive com músicas no equipamento. A entrada USB serve exclusivamente para carregar seus gadgets enquanto executam faixas via Bluetooth ou P2.

Vale a pena?

Sem sombra de dúvidas, o modelo BT7500 da Philips é excelente. Em termos de qualidade, ele dá um show e mostra que pode bater de frente com muitos aparelhos tops do mercado. O maior ponto negativo do produto é o preço: R$ 899 oficialmente, um valor muito acima da média.

No final das contas, o custo-benefício do equipamento não compensa. Com esse dinheiro, é possível adquirir um home theater modesto ou algumas soundbars potentes, como a LG NB3530A e a Samsung HW-H370. No ramo das caixas de som, existem opções mais simples e baratas, tais como a TDK Trek A26 (R$ 400) e a PC Yes! Sensation (R$ 200). Apesar de não serem tão potentes quanto a BT7500, podem quebrar um galho e economizar uma grana.

Contudo, se você não se importa em desembolsar um dinheiro a mais, não há como negar: a Philips BT7500 é uma das melhores opções. O alto-falante conta com recursos bacanas, ótimo desempenho e reproduz sons sem perder a qualidade mesmo no volume máximo. Entretanto, você deve ter em mente que este aparelho não conta com uma bateria externa e, dessa forma, não pode ser utilizado em qualquer ambiente.

No final das contas, a escolha pesa entre qualidade e mobilidade. Se você pensa em levar o aparelho para ouvir músicas fora de casa, vai se decepcionar. Em contrapartida, ele é uma ótima alternativa para animar as festas sem precisar de um equipamento top de linha.

Cupons de desconto TecMundo: