Desenvolvida pela TDK, uma referência em áudio mundial, a Trek A26 é uma caixa de som voltada a quem deseja aproveitar o ar livre. Para isso, além de um design compacto, o dispositivo apresenta certificações que lhe concedem proteção contra a ação direta da água e da poeira.

O produto também aposta na tecnologia Bluetooth para que você não tenha que lidar com cabos na hora de utilizá-lo. Com isso, ele também se mostra como uma boa opção para quem deseja uma maneira prática de trazer música aos diversos cômodos de sua casa.

Tivemos a oportunidade de testar o aparelho por alguns dias, o que nos deu a chance de conferir tudo aquilo que ele tem a oferecer. Confira nossa análise e, após a leitura, aproveite para registrar sua opinião sobre o assunto em nossa seção de comentários.

Design

A Trek A26 possui medidas compactadas e um design bastante simplificado. A parte frontal do aparelho toma destaque, exibindo uma grade que encobre suas duas saídas de som. Entre elas, há um símbolo da fabricante TDK exibido de maneira bastante destacada em uma pequena parte metálica.

Na parte superior, além de um segundo logotipo da companhia, você encontra os ajustes de volume, o botão para realizar o pareamento Bluetooth, o acionador do canal de áudio auxiliar e o botão Power. Para completar, também há um botão responsável por acionar o microfone do dispositivo e permitir a realização de ligações através do sistema viva voz.

Na lateral esquerda, você encontra uma proteção emborrachada que, quando retirada, revela a conexão para cabos USB e a entrada para cabos de 3,5 milímetros. Esse local também esconde a chave que liga e desativa o aparelho — a proteção incorporada pela fabricante deve ser vedada com cuidado para garantir o funcionamento da proteção contra água e poeira.

Já a parte traseira da caixa de som revela uma única grade que possui localização central. Ela pode ser movida em diversos ângulos pelo consumidor, servindo como uma espécie de apoio auxiliar que evita que seu dispositivo caixa acidentalmente no chão.

Conectividade

Conectar a Treak A26 a outros dispositivos é uma tarefa simples, independente da maneira que você utilize. A opção mais fácil nesse sentido é o pareamento através da tecnologia NFC, que acontece de forma bastante rápida após você encostar um dispositivo compatível na área adequada.

A mesma facilidade é encontrada ao usar somente a tecnologia Bluetooth. Basta segurar o botão correspondente na caixa de som durante alguns segundos para que ela possa ser detectada por qualquer dispositivo capaz de trabalhar com esse tipo de sinal. O produto aceita distâncias razoáveis (não há qualquer perda de sinal dentro das dimensões de uma sala com tamanho médio, por exemplo), e não houve qualquer espécie de instabilidade durante os testes realizados.

O dispositivo também funciona junto a produtos que não possuem conectividade Bluetooth ou NFC. Para isso, você deve usar a entrada de som auxiliar com o auxílio de um cabo — acessório que deve ser comprado de forma separada, visto que uma opção do tipo não foi incluída pela TDK na embalagem do produto.

Qualidade sonora e bateria

Seguindo tendências de mercado, a Trek A26 possui uma assinatura sonora marcada pelos graves fortes, opção que traz como consequência certo sacrifício das frequências médias. A qualidade sonora é bastante agradável, no geral, e a caixa de som consegue preencher facilmente um ambiente mesmo em volumes considerados medianos.

A opção por priorizar tons graves traz um maior destaque a canções que possuem batidas consideradas marcantes. O contraponto dessa decisão é o fato de que músicas com uma instrumentação mais complexa ou sutil podem ficar descaracterizadas ou simplesmente estranhas dependendo da situação.

Um problema detectado durante nossos testes foi a tendência das caixas de som em apresentar distorções quando um volume muito intenso é usado. Embora isso seja algo esperado em dispositivos com dimensões mais compactas, decepciona um pouco saber que não é possível aproveitar totalmente a capacidade do aparelho devido a esse motivo.

A proteção contra água e poeira funciona bem e serve como garantia de que você não vai estragar o produto caso deseje usá-lo em ambientes ao ar livre. Com isso, ele se torna uma ótima opção caso você queira escutar suas músicas favoritas na praia ou na beira da piscina sem ter que se preocupar em estragá-lo.

No quesito bateria, o dispositivo não decepciona. A Trek A26 cumpre a promessa de oferecer 6 horas de uso contínuo em uma única recarga, podendo exceder facilmente esse valor dependendo das condições de uso. Caso você use a conexão auxiliar e volumes moderados, pode aproveitar a caixa de som por até uma hora além do que é prometido pela fabricante.

Vale a pena?

Tendo como principal destaque sua portabilidade, a TDK Trek A26 cumpre bem o propósito de trazer música a diversos ambientes. Discreta e fácil de carregar, é uma opção bastante viável para aqueles que gostam de ouvir suas faixas favoritas em praticamente qualquer ambiente.

Com um sistema de conexão simples de usar e recursos de proteção contra a água e a poeira, o produto é um bom complemento para smartphones e tablets que também possuem essas características. A caixa de som só peca um pouco pela distorção apresentada em alguns momentos, especialmente quando o volume está configurado para uma intensidade muito alta.

Com preço médio de R$ 400, a Trek A26 é um bom complemento para quem não quer apostar em um sistema de som fixo e pesado. Dispondo de uma bateria com duração relativamente grande, o investimento é uma boa opção para aqueles em busca de um acessório com bastante qualidade.

Cupons de desconto TecMundo: