Universidade de Essex tem projeto de piscina mais funda do mundo

1 min de leitura
Imagem de: Universidade de Essex tem projeto de piscina mais funda do mundo
Fonte: World Adventure Divers
Avatar do autor

A Universidade de Essex, na Inglaterra, em parceria com a Blue Abyss, apresentou um projeto que pode resultar na piscina mais funda do planeta. Com 50 metros de profundidade, ela passaria a atual campeã, uma piscina de mergulho no município italiano de Montegrotto Terme com 42 metros. Os planos para a construção ainda estão no papel, pois o custo gira em torno de £ 40 milhões, cerca de R$ 204 milhões.

Apesar disso, a Universidade afirma que a piscina atrairia uma porção de interessados e poderia até gerar renda. Cientistas ambientais, mergulhadores de grandes profundidades, astronautas em treinamento e outros profissionais de diversas áreas poderiam se beneficiar muito tendo essa estrutura à disposição.

A simulação de microgravidade permitiria que novatos da NASA se ambientassem ao que vão encontrar no espaço.

A simulação de microgravidade permitiria que novatos da NASA se ambientassem ao que vão encontrar no espaço. A própria agência espacial possui uma piscina para treinar novos astronautas, mas ela tem apenas 12 metros de profundidade, uma vergonha perto do que pode ser feito na Inglaterra.

O diretor da empresa parceira na construção da imensa piscina afirmou: “Todos os ingredientes estão aqui: o local próximo ao aeroporto de Stansted e à indústria da costa do mar do Norte via Harwich, um campus magnífico e uma excelente base de pesquisas dentro dos departamentos acadêmicos da Universidade”. Com a faca e o queijo na mão, bastam apenas alguns acertos para que esse incrível complexo saia do papel.

Como o treinamento de astronautas pode ser aperfeiçoado para que fiquem melhor preparados para os desafios do espaço? Comente no Fórum do TecMundo

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Universidade de Essex tem projeto de piscina mais funda do mundo