Não é segredo para ninguém que os diamantes são umas das pedras mais resistentes do planeta — tanto que são utilizados para desgastar outros materiais, como vidro e até mesmo o metal. A novidade sobre esse assunto é que, com uma ajudinha humana, o diamante ultrapassou algumas das barreiras que eram impostas pela natureza.

Os cientistas Yongjun Tian e Quan Huang, ambos da Universidade de Yanchan (China), conseguiram produzir um diamante artificial que é simplesmente a pedra mais resistente de todo o mundo. Essa novidade é capaz de aguentar uma pressão que equivale a 1,9 milhão de atmosferas terrestres (200 Gigapascals) antes de estilhaçar.

Além disso, esse material sintético também pode ser aquecido a uma temperatura espantosa: até 1,056 graus Celsius, só oxidando depois dessa marca ser ultrapassada. Os diamantes naturais estilhaçam com metade da pressão suportada pela novidade, assim como oxidam com uma temperatura que é 300 graus menor.

Dando a base para o futuro...

Para que tudo isso fosse possível, os cientistas começaram a trabalhar com folhas de carbono que foram expostas a altas pressões e temperaturas. Depois disso, o material se transformou no que é chamado de diamante policristalino — algo que conta com vários fragmentos de uma matriz de átomos em sua composição, chamados de “domínios” e que fortalecem toda a estrutura de modo proporcional à sua quantidade.

Agora, os responsáveis por toda essa pesquisa (que foi publicada na última edição do jornal “Nature”) esperam que o diamante artificial super resistente seja a base para que materiais extremamente resistentes sejam criados. No campo da tecnologia, isso pode criar processadores cada vez mais rápidos, por exemplo. Interessante, não é mesmo?

Cupons de desconto TecMundo: