(Fonte da imagem: Reprodução/geekyedge)

O mercado de smartphones produz constantemente novos modelos para os consumidores, mas parece que os celulares não satisfazem os usuários por muito tempo. Segundo uma pesquisa da O2 divulgada pelo jornal britânico Telegraph, os britânicos se entediam em menos de quatro meses com um novo aparelho, enquanto um quarto dos entrevistados se decepciona com o produto em menos de um mês de uso.

Os dados ainda apontam que um terço das pessoas do Reino Unido deseja comprar os mais recentes aparelhos do mercado, enquanto 60% dos entrevistados admitiram que trocariam o celular mesmo que o modelo anterior ainda funcionasse perfeitamente.

O período médio para a troca de smartphone no país é de dois anos, concluindo que os britânicos ficam com os seus aparelhos por cinco vezes mais tempo do que gostariam.

Os motivos e dificuldades para mudar de celular

A pesquisa ainda revelou os maiores motivos para a troca de modelos no país. Do total de entrevistados, 20% dos britânicos afirmaram que a mudança é conduzida pela mídia, enquanto 19% apontaram que a razão para a compra é a inveja dos amigos com os novos aparelhos do mercado.

A grande dificuldade para a troca está nos contratos com as operadoras. 24% dos britânicos disseram que não trocam de smartphones por conta das altas tarifas na hora da rescisão dos termos contratuais. Ainda assim, 45% confirmaram que atualizariam os aparelhos com mais frequência se as taxas nos contratos fossem menores.

Os homens ainda foram apontados como os que menos desejam trocar de celular. 44% dos entrevistados do sexo masculino afirmaram que não trocariam de smartphone se ele ainda funcionasse bem, contra apenas 37% das mulheres pesquisadas.

Cupons de desconto TecMundo: