(Fonte da imagem: Daily Mail)

Se você gastou parte do seu salário em uma academia para ganhar músculos que impressionassem as garotas na praia, sinto informar que seu dinheiro teria sido melhor aplicado caso você tivesse consultado uma dermatologista. Não que você precise procurar um médico, mas um estudo realizado pela Universidade de Nottingham apontou que as mulheres se atraem muito mais pela cor de sua pele do que pelo índice de massa muscular em seu corpo.

De acordo com um dos chefes da pesquisa, Dr. Ian Stephen, o “brilho dourado” da pele agrada mais o sexo feminino, pois é algo que indica o quão saudável é aquela pessoa. Segundo ele, esse tom surge a partir da alimentação do indivíduo e indica que seus sistemas imunológico e reprodutivo estão em ordem.

(Fonte da imagem: Daily Mail)

Para comprovar sua tese, Stephen colocou 75 fotos de pessoas — sendo 34 brancos e 41 negros — com diferentes tons de pele. A ideia era exatamente mensurar o quanto as garotas se interessariam por determinado padrão e o resultado realmente demonstrou que o dourado era mais atraente.

Como seu cérebro reage

Como o Dr Stephen explica, não se trata apenas de gosto pessoal, mas do próprio instinto. Segundo ele, ao encontrar alguém do sexo oposto, nosso cérebro reage de forma a identificar se aquela pessoa é ou não o parceiro ideal para fins reprodutivos — lembre-se, ainda somos animais.

Desse modo, quando uma mulher encontra uma pessoa com a pele mais dourada, seu cérebro vai dizer que aquele tom pode significar um parceiro fértil.

Porém, ao contrário do que possa parecer, a solução não está em ficar exposto ao sol na tentativa de obter o “bronzeado do macho-alfa”. De acordo com o pesquisador, a melhor maneira de obter essa coloração saudável está em uma dieta com mais frutas e vegetais.

Cupons de desconto TecMundo: