(Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Algumas pesquisas conseguem ser tão surpreendentes que colocam em xeque muitas coisas nas quais sempre acreditamos... Enquanto outras servem mais como uma constatação do óbvio. É o caso de um estudo da Universidade de Ontario, que revela que as pessoas preconceituosas são menos inteligentes do que aquelas que possuem a mente mais aberta à diferença.

Na verdade, trata-se da relação inversa: os indivíduos com baixo QI têm uma tendência maior a apresentar um pensamento conservador e preconceituoso — mas, nesse caso, a ordem dos fatores não altera o resultado.

De acordo com a pesquisa, publicada na revista Psychological Science, existe um ciclo vicioso em que as pessoas menos inteligentes se abrigam em ideias ortodoxas, que tendem colocar o mundo em um padrão bem definido. Não dispostas a aceitar aquilo que foge de seus parâmetros, elas tendem a ser mais preconceituosas. Além disso, esse tipo de pensamento é passado de pai para filho, o que torna a situação ainda pior.

Porém, não se trata de uma generalização, ou seja, nem todos os preconceituosos são burros e nem quem tem a mente aberta é inteligente. Segundo o chefe do estudo, Gordon Hodson, o resultado é apenas uma média de vários fatores levados em conta.

Cupons de desconto TecMundo: