O desenho que você está vendo acima poderia muito bem ser um estudo de design para alguma revista em quadrinho de ficção científica ou algo parecido com isso, mas na verdade é uma patente da montadora japonesa de carros Toyota. Em conjunto com dois inventores americanos, a companhia registrou no ano passado nos Estados Unidos o projeto de um carro capaz de voar graças a quatro asas empilháveis sobre o seu teto.

Há alguns dias a curiosa patente finalmente foi reconhecida. Reparando bem na imagem acima, é possível perceber que o “aerocarro” na verdade estaria voando, uma vez que a linha horizontal com vários riscos na diagonal sob ela normalmente representa o chão em diagramas desse tipo.

No lado esquerdo da figura abaixo há uma sequência de desenhos que mostra que as asas do veículo, que se assemelharia a um Prius, alteram sua forma na parte inferior de acordo com a situação – guardadas ou voando. No lado direito, vemos as diversas disposições que as asas podem assumir, além de uma peça na parte de trás do carro que equivaleria ao estabilizador vertical de um avião.

Já que não há nenhuma menção à extensão horizontal das asas, é seguro afirmar que a envergadura de cada uma (a distância entre uma ponta e outra) equivaleria somente ao do próprio carro, o que explica a necessidade de quatro delas para sustentar o carro no ar. Curiosamente, o registro de patente não especifica nenhum tipo específico de propulsão para o carro voador, citando apenas termos mais “genéricos”, como propulsor, rotor e turbina.

A explicação mais provável para isso é a de que a Toyota poderia estar se adiantando em relação ao desenvolvimento de aerocarros, evitando assim que no futuro outras empresas registrem projetos semelhantes. Portanto, apesar de não ser impossível, é muito pouco provável que a companhia japonesa esteja realmente projetando um carro com asas para qualquer momento desta década.

Se fosse para escolher um carro que pudesse voar, qual modelo você escolheria? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: