Parece que a Apple não está satisfeita com o nível de segurança do atual Touch ID dos iPhones e iPads. A companhia conseguiu o registro de uma nova patente nos EUA em que fica esquematizado um novo modelo de desbloqueio que utiliza o sensor de impressões digitais não apenas para ler as informações biométricas do usuário, mas também para identificar padrões de movimentos e gestos.

Esses padrões poderiam ser utilizados de várias formas e, para inseri-los no aparelho a ser desbloqueado, o usuário teria que movimentar o dedo no sensor para os lados, para cima, para baixo e até girar o dedo no componente. Com isso, os passos do padrão seriam mostrados na tela ao passo que acontecem para que a pessoa não perca a sequência das coisas.

Ao que parece, seria possível combinar esses movimentos diferentes no sensor ou usar apenas um tipo específico. Por exemplo, uma imagem da patente mostra que o usuário poderia apenas girar o dedo, e uma animação de um círculo numerado mostraria na tela quando o “segredo do cofre” fosse completado.

Como se trata apenas de uma patente, não há como saber quando ou se isso um dia será implementando em algum iPhone ou iPad. Certamente iria agregar mais segurança, porém menos praticidade ao Touch ID.

Cupons de desconto TecMundo: