(Fonte da imagem: Reprodução/cdn.ndtv)

Se você acompanha as notícias sobre o mercado de tecnologia há algum tempo, já deve saber que a Apple e a Samsung travam diversas batalhas na justiça norte-americana — a maioria delas envolvendo o registro de patentes. Por conta de tudo isso, a dívida da empresa sul-coreana com a Maçã já chega a US$ 930 milhões (clique aqui para saber mais).

Contudo, a batalha entre as duas companhias não chegou ao fim e acaba de receber um novo “episódio”. De acordo com informações divulgadas por diferentes fontes internacionais, a Apple deseja que a Samsung comece a pagar uma taxa de US$ 40 (cerca de R$ 90) por cada smartphone e tablet que ela vender.

Pagando por diferentes permissões

Isso deve ser feito para que a Samsung pague pela licença de utilização de cinco patentes que estão no nome da Apple. Esses registros dizem respeito a diferentes tecnologias presentes em dispositivos sul-coreanos: operação de buscas, deslizar para desbloquear, ligação ao pressionar os contatos, sistema de autocomplete e também de sincronização de dados.

Para que essa taxa possa ser paga, a teoria da Apple é a de que a Samsung deve acrescentar esse valor de US$ 40 para o produto final, de modo que o consumidor acabe pagando pelas patentes. Em outras palavras, há chances de que os preços dos produtos da empresa sul-coreana sejam reajustados e fiquem mais caros.

Não há certezas...

Além de tudo isso, levando em consideração a quantidade de aparelhos eletrônicos vendidos pela Samsung em todo mundo, essa taxa iria aumentar consideravelmente os rendimentos da Apple. Contudo, essa situação ainda não está definida, de modo que as duas empresas estão estudando se essa taxa é justa ou se ela é mesmo necessária.

Sendo assim, pode ser que um novo processo entre as concorrentes acabe surgindo, talvez resultando em uma taxa mais baixa ou até mesmo na exclusão dela — o que seria vantajoso para o consumidor final.

Cupons de desconto TecMundo: