(Fonte da imagem: United States Patent and Trademarks Office)

A Apple renovou uma patente que havia sido arquivada em 2009, responsável pela adição de dispositivos de iluminação interna aos aparelhos eletrônicos. O processo seria comandado por um controlador ligado diretamente ao processador principal, fazendo com que luzes externas pudessem ser sincronizadas com diferentes atividades desempenhadas nos aparelhos.

Isso permitira, por exemplo, que os iPhones brilhassem ao receber chamadas. Segundo a descrição da patente da Apple, o sistema poderia ser integrado a qualquer dispositivo eletrônico da empresa. Em computadores, ele poderia ser utilizado com intensidades diferentes para mostrar se está sendo executado um DVD ou jogo. Apesar de ter sido revitalizado pela Apple, não há previsões para a aplicação do sistema pelos gadgets da Maçã. 

Cupons de desconto TecMundo: