Na tentativa de oferecer a consumidores telas cada vez maiores e melhores, fabricantes estão diminuindo progressivamente as bordas laterais de seus aparelhos. No entanto, isso traz um problema relacionado ao fato de que esse espaço geralmente é ocupado por lentes fotográficas, sensores de proximidade e luzes de notificação.

Enquanto a Xiaomi resolveu esse problema usando um sistema de cerâmica piezoletrônica no Mi Mix, a Apple parece disposta a seguir um caminho diferente. Uma patente registrada pela companhia recentemente descreve uma tela OLED com “microporos” que seriam praticamente invisíveis aos olhos e permitiriam apostar em novas soluções de design para aparelhos eletrônicos.

O sistema permitira mudar radicalmente o design de smartphones

A tecnologia só funciona em displays baseados na solução OLED

O documento registrado pela companhia afirma que os pequenos “furos” não seriam capazes de interferir com a experiência de uso ao mesmo tempo em que permitiriam ocultar elementos como saídas de som, câmeras e sensores. Para isso, seria possível usar buracos com diferentes tamanhos e formatos relacionados aos pixels usados para exibir elementos visuais.

A tecnologia só funcionaria com telas OLED, visto que displays LCD dependem de uma camada dedicada exclusivamente à iluminação. Como qualquer patente, não há garantia de que a técnica descrita realmente vá ser usada no futuro — e, caso isso aconteça, dificilmente veremos ela sendo aplicada já na versão 2017 do iPhone.

Cupons de desconto TecMundo: