A Panasonic revelou recentemente duas adições à sua linha de dispositivos super-resistentes, o Toughpad FZ-X1 e o FZ-E1. Esses não são os aparelhos portáteis que estamos acostumados a ver por aí nas mãos de consumidores comuns, sendo feitos para quem precisa de um gadget funcional para trabalhar mesmo em condições das mais críticas.

Ambos os novos aparelhos vêm com baterias com duração de até 14 horas contínuas, com capacidade recarga de 50% em 1 hora e troca quente, o que significa que o aparelho não precisa ser desligado para substituição. Os dispositivos também possuem segurança FIPS 140-2 Level 1 e vêm com displays antirreflexivos de 5 polegadas com definição HD (1280x720), que são totalmente legíveis mesmo sob luz do sol e podem ser usados até com luvas.

“Uma força de trabalho sempre conectada só é tão forte quanto seu elo mais fraco, e isso é verdade tanto dentro de uma loja quanto em um campo de batalha. Nossos Toughpad FZ-E1 e FZ-X1 se baseiam no legado de quase duas décadas de dispositivos resistentes da Panasonic para cumprir a missão de manter os profissionais dos ambientes mais exigentes ligados aos dados de que precisam para fazer seu serviço”, diz Rance Poehler, presidente da empresa.

Especificações técnicas

  • Tela: display capacitivo de 5 polegadas com resolução HD (1280x720 pixels)
  • CPU: processador quad-core Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz (FZ-E1) ou quad-core Snapdragon 600 de 1,7 GHz (FZ-X1)
  • Memória: 2 GB de RAM
  • Armazenamento interno: 32 GB expansível até 64 GB com cartão microSDXC
  • Sistema operacional: Windows Embedded 8.1 (FZ-E1) ou Android 4.2.2 Jelly Bean (FZ-X1)
  • Câmeras: webcam frontal HD de 1,3 MP e câmera traseira de 8 MP com iluminação LED
  • Fonte de energia: bateria de 6.200 mAh, com duração de até 14 horas contínuas, capacidade recarga de 50% em 1 hora e troca quente
  • Comunicações: WiFi IEEE802.11 a/b/g/n/ac, Bluetooth 4.0, GPS 2m CEP50 e NFC, com opção dual-SIM para redes 4G LTE, HSPA+, UMTS, EDGE, GPRS, CDMA 1x e EVDO Ver.A
  • Conectores: entrada para dock, USB 2.0, fone e microfone, porta de 13 pinos, porta de 4 pinos e mini-jack estéreo
  • Sensores: luz ambiente, compasso digital, giroscópio e acelerômetro
  • Medidas (L x A x E): 8,6 x 16,5 x 3 cm
  • Peso: aproximadamente 425 gramas, dependendo das demais especificações

Quase um tanque

Embora os aparelhos não sejam voltados para os consumidores comuns, algumas de suas características certamente soam atrativas para qualquer um. Os dois Toughpads conseguem resistir a quedas de até aproximados 3 metros de altura sobre concreto, aguentam ficar sob até 5 metros de água por 30 minutos, funcionam em temperaturas de -20 a 60 graus Celsius e são resistentes a impacto, choque, vibração, altitude, poeira e umidade extrema.

A tela dos aparelhos possui uma tecnologia capacitiva para até dez toques simultâneos, mesmo com luvas pesadas, e pode identificar quando estiver caindo chuva sobre o display, permitindo que os tablets ainda funcionem com um toque por vez. Além de contar com uma câmera frontal de 1,3 MP e uma traseira de 8 MP, ainda é possível personalizar os gadgets para inserir recursos como leitor de código de barras ou de tiras magnéticas, por exemplo.

Ainda que os dispositivos venham com opções de duas entradas para cartões SIM e compatibilidade com redes 4G, 3G, GPRS e CDMA 1x para dados e voz, é possível adquirir versões com apenas WiFi, NFC, GPS e Bluetooth 4.0. Por esse motivo, a Panasonic se refere a eles como tablets e não como celulares. “Não queremos chamá-los de smartphones porque é possível comprá-los sem telefonia”, explica Kyle Day, gerente de produto da empresa.

É aqui que dói

As únicas diferenças entre os dois aparelhos se limitam aos seus sistemas operacionais e às suas CPUs. Enquanto o Toughpad FZ-E1 vem com um processador quad-core Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz e usa o Windows Embedded 8.1, o FZ-X1 conta com o Android 4.2.2 Jelly Bean e um chip Snapdragon 600 de 1,7 GHz, também quad-core. Os tablets vêm com 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento expansível por cartões microSDXC.

Como era de se esperar, no entanto, todos esses recursos e resistência vêm com seus pontos negativos. Os Toughpads possuem cerca de 3 cm de espessura e aproximadamente 425 gramas de peso, o que os torna consideravelmente mais incômodos de usar do que os aparelhos comuns.

No entanto, o principal problema do FZ-X1 e do FZ-E1 está no preço, que pode ir de assustadores US$ 1.800 (cerca de R$ 4 mil) até devastadores US$ 2 mil (em torno de R$ 4.443), dependendo da versão. Dessa forma, aqueles que comprarem um dos aparelhos terão um dispositivo quase indestrutível, mas suas carteiras certamente serão destruídas.

Cupons de desconto TecMundo: