Pensando em diversificar sua linha de produtos, a OEX apresenta novos periféricos focados nos gamers que buscam formas de incrementar a jogatina sem gastar muito.

A marca, que já tem um portfólio completo, investe constantemente em soluções mais robustas para os consumidores brasileiros e, desta vez, nos enviou o mouse Cyber MS306 para um review completo.

Com design ergonômico e personalizado com LED, este modelo chega como uma opção atraente para quem quer um componente chamativo. Ele ainda conta com sensor óptico de alta resolução e múltiplos botões configuráveis.

Para incrementar a experiência com o mouse, a OEX nos enviou o mousepad Big Shot, um modelo com estampa personalizada e tamanho avantajado que promete ótima usabilidade em jogos. Vamos conferir como essa dupla trabalha em conjunto e se a marca acertou na proposta dos componentes!

Especificações do mouse OEX Cyber MS 306

  • Tipo do sensor: óptico
  • Conexão: USB
  • Design: ergonômico com textura emborrachada
  • Resolução: até 5.200 DPI
  • Botões: 7 (personalizáveis, com função macro)
  • LED: na parte superior (com diferentes opções de cor)
  • Ajuste de peso: sim
  • Tamanho do cabo: 1,8 m
  • Peso: 156 g
  • Dimensões (C x L x A): 12,2 x 8,4 x 3,8 cm

Especificações do mousepad OEX Big Shot

  • Dimensões (C x L): 79,5 x 40 cm
  • Recomendação: todos os tipos de sensores e configurações
  • Base: emborrachada antiderrapante
  • Bordas: acabamento em costura

Design incrementado

A OEX é uma marca que aposta em designs diferenciados para seus produtos. O objetivo é bastante óbvio: conquistar o jogador que busca criar uma combinação chamativa entre os periféricos. Todavia, em nossos testes recentes ficou claro que a marca também prioriza a questão da ergonomia e do conforto em seus dispositivos.

Nossa experiência com o OEX Cyber MS306 começou justamente na parte visual, uma vez que estamos tratando de um periférico que fica bastante visível e chama atenção por conta do design. Nesse ponto, este modelo, espeficiamente, consegue agradar pela combinação, que se mostra mais discreta do que aquela que vimos no MS305 e muito mais pronta para entregar uma pegada anatômica ao jogador.

Novamente, percebemos que a marca manteve alguns detalhes que garantem a identidade do produto com os demais dispositivos lançados previamente. Com uma combinação de cores preta e laranja (algo sugerido já pelo nome da fabricante), a marca alcançou um visual despojado e bastante chamativo. Muitas partes são de plástico, mas há áreas que contam com textura emborrachada, que deixa a sensação de toque bem mais agradável.

O formato é do tipo palm grip, que garante encaixe perfeito na palma da mão. O tamanho avantajado permite que toda a mão repouse sobre o produto. Na parte esquerda do mouse, a OEX incluiu um repouso para o polegar, algo que facilita também o acesso aos botões laterais.

Para dar mais resistência e um melhor acabamento, a OEX apostou em uma estrutura de metal. Algumas áreas de respiro permitem ver essas partes. Importante notar, contudo, que essas seções não ficam facilmente acessíveis, o que evita possíveis acidentes. Durante nossos testes, não tivemos problemas nesse sentido. Na parte de trás, há pequenas rodas de metal que ficam escondidas. Esses pesos podem ser ajustados.

A parte inferior do mouse conta com material emborrachado e pequenos componentes que servem como pezinhos permitem o fácil deslocamento sobre quaisquer superfícies. Isso não quer dizer que o mouse funcione adequadamente em qualquer mousepad ou mesa, já que tal aspecto depende também do sensor — comentaremos sobre isso posteriormente na análise.

Tal qual o modelo MS305, o OEX Cyber MS306 também conta com sete botões personalizáveis, mas a disposição aqui é um pouco diferente. Há quatro na parte superior e três na lateral esquerda. Os três botões principais (direito, esquerdo e scroll) são pretos e não tiveram sua posição modificada, então o jogador não deve ter qualquer dificuldade para os comandos básicos.

O quarto botão na parte de cima chama atenção pela cor laranja, sendo que, por padrão, ele serve especificamente para o ajuste de DPI. Para uma combinação coerente, a OEX inseriu três botões laranja na lateral esquerda. Os jogadores que costumam aproveitar outros títulos podem reconfigurar os quatro botões adicionais com funções diferenciadas.

Boas surpresas

O cabo do Cyber MX306 tem 1,8 metro de comprimento, o que é um tamanho razoável e suficiente mesmo para conexão em portas USB que ficam em posição de difícil instalação. Instalado na parte frontal, mais para o lado esquerdo, o fio trançado não atrapalha em nada no movimento e parece muito resistente.

Na parte superior, o Cyber MS306 conta com LEDs que alternam entre todo o espectro de cores RGB. O componente luminoso fica próximo do botão de DPI e há outro item de iluminação próximo à rodinha do mouse. Gostamos bastante da combinação, mas certamente um software para gerenciar a cor e usar outros efeitos seria bastante interessante.

Ao contrário do que percebemos no MS305, o scroll deste modelo é superior, já que funciona muito bem para a rolagem e não exige esforço na utilização geral. Os demais botões são de qualidade razoável; não há texturas para garantir mais conforto, porém eles devem aguentar um tempo consideravelmente longo.

Outro recurso bem-vindo é o ajuste de pesos, que permite uma regulagem precisa na movimentação do produto. Se você prefere usar um mouse mais pesado, basta deixar o componente como ele vem de fábrica. Agora, se você quiser um mouse leve, pode abrir a tampa traseira (o processo é um tanto dificultoso) e remover os componentes.

Sensor de boa precisão

O OEX Cyber MS306 é um projeto na direção certa, algo já notável pelo design melhorado, mas ainda mais reforçado pela proposta como um todo. Apesar de o sensor óptico não ter a tecnologia mais recente do mercado, ele se mostra bastante preciso para os principais games, algo garantido pela capacidade avançada.

Este mouse tem ajustes que vão até 5.200 DPI, valor que deixa o ponteiro muito veloz. No valor máximo, o jogador pode até ter dificuldades para conseguir controlar o mouse em determinadas resoluções. Felizmente, com um único clique no botão DPI, você pode alterar a precisão para valores predefinidos que deixam o ponteiro mais limitado e o movimento, mais lento.

Vale notar, contudo, que apesar de alta precisão, a tecnologia óptica pode ser complicada para algumas superfícies. Nossa experiência foi satisfatória com o mousepad OEX Big Shot, que apresenta tecido de alta qualidade e espaço suficiente para deslocamento do mouse. No entanto, mousepads mais simples causaram comportamento anormal do ponteiro.

Os botões configuráveis são úteis, porém sentimos a falta de um software para tais ajustes. Em nossos testes, nós usamos o programa X-Mouse Button Control, que permite regular as funcionalidades dos diversos componentes. Obviamente, por ser um mouse mais simples, não há um botão para diferentes perfis, então isso pode ser um contra para quem curte vários games e precisa de diferentes funções.

Vale a pena?

A OEX mostra que tem algumas cartas na manga e apresenta um produto bastante competitivo. O Cyber MS306 se mostrou muito robusto, tanto em questão de qualidade de construção quanto na parte de hardware, com componentes precisos.

A marca adotou plástico de boa qualidade e um acabamento que garante conforto para longos períodos de uso. O scroll melhorado, o sistema de LEDs, o formato anatômico e o cabo de boa qualidade garantem um conjunto de alta qualidade.

Da mesma forma, o sensor óptico de alta precisão e com regulagem de DPI, os ajustes de peso e os botões personalizáveis permitem bons resultados durante a jogatina. Nós usamos o produto tanto para o sistema quanto para jogos e não temos reclamações quanto a sua performance, ainda mais dado o segmento para o qual ele foi projetado.

O OEX Cyber MS306 tem preço sugerido em 130 reais, e nós o encontramos em oferta por 120 reais. O preço é aceitável para a proposta, mas há modelos mais robustos com valores muito próximos (caso do Genius DeathTaker e do Corsair Katar, ambos na faixa dos 145 reais). Nesse segmento, a OEX enfrenta uma concorrência pesada, mas seu Cyber tem bons recursos para competir.

No fim das contas, este é um mouse razoável para jogatina. Ele não tem as tecnologias mais recentes, tampouco os melhores materiais em sua construção, mas é um produto bem equilibrado para a faixa de preço. Recomendamos o Cyber MS306 para jogadores iniciantes, que querem um mouse com design chamativo e recursos requisitados.

Cupons de desconto TecMundo: