Em um evento especial realizado hoje, a Oculus finalmente apresentou a versão final do Oculus Rift, o equipamento de realidade virtual mais esperado até então. Contudo, o dispositivo não estará à venda imediatamente. A empresa disse que a comercialização internacional começa apenas no primeiro trimestre de 2016.

Das versões de testes para esse modelo finalizado do Rift, há uma série de diferenças, mas a empresa não as detalhou com muita especificidade. O que sabemos é que o design foi completamente refeito, mas manteve um pouco da estrutura dos protótipos iniciais. Ainda nessa linha, Brendan Iribe, o responsável pela Oculus dentro do Facebook, disse que o dispositivo ficou mais leve, mais balanceado e mais confortável.

Nenhuma especificação técnica a respeito do hardware interno do dispositivo foi informada, mas Iribe comentou que há varias tecnologias para melhorar as cores do display, a reprodução de cores e incidência de luz em geral. Além disso, o sensor de movimentos foi atualizado, e agora oferece muito mais precisão.

Uma novidade é a presença de fones integrados ao dispositivo. Você coloca o Oculus Rift na cabeça e, no mesmo equipamento, pode ajustar os alto-falantes sobre a orelha. Ainda assim, há a possibilidade de removê-los e utilizar outros headphones de sua preferência.

O aparelho de realidade virtual da Oculus terá que se conectar a um PC com Windows que tenha um bom poder de processamento de vídeo, com placas NVIDIA GTX 970, AMD 290 ou superiores. Junto com o Rift, a fabricante vai mandar ainda um controle oficial do Xbox One, aquele modelo sem fio que tem um adaptador para ligar no PC. Phil Spencer, da Microsoft, ainda subiu ao palco para dizer que o Windows 10 será totalmente compatível com o Oculus Rift desde o início.

A plataforma

A Oculus também está investindo pesado em games feitos para o Rift, com o intuito de criar uma plataforma capaz de atrair compradores. A empresa está injetando dinheiro no desenvolvimento de games indie e ainda tem feito parcerias com grandes estúdios. Por conta disso, quando o aparelho chegar ao mercado no início de 2016, é possível que tenhamos uma boa gama de títulos disponíveis para jogar.

Não foi especificado, mas, inicialmente, os jogos compatíveis com o Rift estarão disponíveis apenas na loja da Oculus Home, a nova interface do aparelho. A própria fabricante também está trabalhando em jogos e apps originais.

Há ainda um controle especialmente projetado para o dispositivo, o chamado Oculus Touch. Esse aparelho, entretanto, é pensado para games futuros da plataforma, enquanto o controle do Xbox One deve suprir as necessidades de jogos atuais.

Ainda não há preços oficiais para o Oculus Rift, e a companhia ainda não comentou em quais mercados deve fazer o lançamento primeiro. Fique ligado no BJ para saber mais sobre isso.

Cupons de desconto TecMundo: