Há algumas dias, sites especializados publicaram os primeiros resultados mostrando os ganhos de desempenho do DirectX 12 no benchmark do jogo Ashes of Singularity.

Em tabelas comparativas, ficou mais do que claro que as placas da AMD mostram melhorias significativas com a nova API. Entretanto, os números da NVIDIA não foram muito interessantes — decepção para os jogadores, preocupação grande para a fabricante.

Aparentemente, o problema seria da má otimização das placas GeForce com o recurso computação assíncrona — que delega tarefas para todos os núcleos CUDA, em placas NVIDIA, e Processadores Stream, nos componentes da AMD, para melhorar o desempenho gráfico geral — presente no DirectX 12 e muito utilizado no novo game da Oxide.

Tanto é verdade que, recentemente, a NVIDIA pediu para que os desenvolvedores desabilitassem esse recurso em suas placas, o que aumentou ainda mais as discussões a respeito do desempenho dos produtos GeForce.

Felizmente, parece que a NVIDIA está preocupada com a situação e não vai deixar seus jogadores na mão, algo que fica evidenciado por uma postagem recente de um desenvolvedor da Oxide no fórum do site Overclock.net:

“Com relação à computação assíncrona, vamos falar um pouco disso. Primeiro, ainda que sejamos os primeiros a ter um título com Direct3D 12, eu não diria que somos um primor com este recurso. Provavelmente, existem demonstrações melhores. É um tópico muito complexo e para entender completamente é preciso ter um conhecimento significativo sobre o chip gráfico em questão”, relatou o desenvolvedor.

“Na verdade, nós acabamos de conversar com a NVIDIA sobre a computação assíncrona e de fato o driver ainda não tem total suporte, mas parecia que tinha. Nós estamos trabalhando de perto com eles conforme eles vão adicionam o suporte total para a computação assíncrona. Vamos manter todos atualizados quando tivermos novidades”, finalizou o representante da Oxide evidenciando que as placas GeForce podem melhorar em breve.

Por enquanto, a NVIDIA não se pronunciou oficialmente a respeito do assunto, de forma que não temos uma data específica ou maiores informações sobre as placas que receberão prioridade nesta questão da computação assíncrona. De qualquer forma, a fabricante não parece que vai cruzar os braços frente aos bons números da concorrente.

Cupons de desconto TecMundo: