Apresentado durante a conferência da NVIDIA na CES 2014, o chip Tegra K1 foi promovido por uma campanha de marketing bastante curiosa da fabricante. Para dizer que a tecnologia empregada é "de outro mundo", a companhia fez desenhos em uma plantação dos Estados Unidos, como se os autores fossem mesmo alienígenas.

Uma fazenda em Salinas, na Califórnia, foi o local escolhido. No vídeo acima, a equipe mostra como a ação de marketing foi realizada – eles até contrataram um grupo de "aristas de círculos em plantações". Já o clipe abaixo é o viral que circulou por alguns dias e mostrava dois jovens encontrando o desenho. A obra é uma versão cheia de estilo do chip, com alguns elementos clássicos dos círculos. Para ampliar o mistério, o número 192 é repetido de várias formas na ilustração, referindo-se à quantidade de núcleos da peça.

Mas o mais divertido de tudo é que a NVIDIA não espalhou que aquilo era uma jogada de marketing. Quando descoberto, o desenho saiu em jornais espalhados pelo mundo, quase todos especulando sobre o misterioso surgimento da figura e dando a visitantes de outro planeta os créditos pela manifestação. O dono do campo de cevada, que destruiu o desenho depois de algum tempo, até deu uma entrevista ao The Huffington Post dizendo que "parece coisa de aliens".

Os "círculos na plantação" (crop circles, em inglês) são fenômenos ocorridos em áreas rurais atribuídos aos visitantes de outros planetas. Explicações mais realistas afirmam que eles podem ser causados por fatores climáticos, animais selvagens ou atividade humana proposital, como é o caso da publicidade da NVIDIA.

Cupons de desconto TecMundo: