A CES 2014 ainda não está aberta para o público, mas as empresas já começaram a divulgar as novidades para a imprensa. Uma das primeiras a fazer isso foi a NVIDIA, que chegou falando sobre como a revolução da computação visual continua em ritmo acelerado.

O CEO da NVIDIA, Jen-Hsun Huang, começou falando sobre jogos, chips e carros, e a estrela da noite foram mesmo os chips. O executivo apresentou para o mundo a quinta geração dos processadores Tegra. O chip é conhecido como Tegra K1 e terá duas versões, de 32 e 64 bits. Uma delas utilizará processadores Denver, um novo projeto da NVIDIA. O segundo segue por uma abordagem mais tradicional, com arquitetura A15 ARM.

De acordo com a NVIDIA, a escolha do nome se deu ao fato de esse chip ser uma arquitetura completamente diferente do modelo anterior. O coração do processador agora é o Kepler, o mesmo motor que movimenta as GPUs e os supercomputadores da NVIDIA; deste modo, a empresa achou mais coerente mudar a nomenclatura e não chamar o novo dispositivo de Tegra 5, como os rumores indicavam.

Tecnologia de supercomputador em um chip para dispositivos móveis

O Tegra K1 possui 192 núcleos de processamento CUDA e, de acordo com a apresentação, é capaz de renderizar vídeos com um número de detalhes impressionante. Uma das propagandas do novo chip é a Unreal Engine 4. A quarta versão do motor gráfico mais popular dos jogos foi lançada há pouco tempo para PCs e consoles, mas já está sendo convertida para funcionar com o Tegra K1.

É um avanço e tanto, principalmente se compararmos o tempo que a Unreal Engine 3 levou para chegar aos dispositivos móveis. O motor, lançado em 2005, chegou ao iPhone apenas em 2010.

Durante o evento, Huang demonstrou alguns games rodando diretamente no Tegra K1, e os efeitos especiais realmente impressionam, ainda mais se considerarmos que tudo está rodando em um simples tablet. O Tegra K1 deve trazer muitas vantagens em relação aos outros modelos. Além de ter muita potência, ele vai possibilitar aos desenvolvedores a conversão de games entre as plataformas muito mais rapidamente.

De acordo com Jen-Hsun, o novo chip da NVIDIA é até mesmo mais potente do que consoles como o Xbox 360 e o PlayStation 3, algo demonstrado com gráficos e dados durante a conferência.

(Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

Outra novidade é que o Tegra K1 também está sendo desenvolvido para equipar automóveis inteligentes. Com o novo chip, tarefas mais complexas poderão ser executadas pelos veículos, entre elas entretenimento, prevenção de acidentes e muito mais.

Apesar de deixar todos com água na boca, a NVIDIA não trouxe uma data de lançamento para o Tegra K1. Segundo os engenheiros da companhia, o produto ainda está em fase de protótipo e testes finais. Apenas depois que tudo estiver certo é que os chips serão lançados oficialmente. Entretanto, isso não deve demorar muito a acontecer.

Especificações Técnicas

  • GPU: arquitetura Kepler com 192 núcleos CUDA;
  • CPU: quad-core ARM Cortex-A15 “r3” de até 2,3 GHz;
  • Memória: DDR3L e LPDDR3
  • Memória Máxima: 8 GB (com extensão de endereçamento de 40 bits);
  • Resolução: LCD 3840x2160 e HDMI 4K (UltraHD, 4096x2160)
  • Formato: 23x23 FCBGA; 16x16 S-FCCSP; 15x15 FC PoP;
  • Processo de fabricação: 28 nm.

Continue ligado no Tecmundo e em todas as novidades da CES 2014.

Cupons de desconto TecMundo: