Nesta quinta-feira (6), a NVIDIA resolveu sair da sua zona de conforto e tomou uma decisão que pouca gente via acontecendo tão cedo: tornou as placas de vídeo com microarquitetura Pascal compatíveis com os Macs. A ideia é que a empresa já reate seu namoro com a Apple a partir de hoje, oferecendo o suporte completo à poderosa – e recém lançada – Titan Xp e expandindo a compatibilidade para o restante dos produtos da linha até o final deste mês.

A mudança é bastante significativa em mais de um sentido. Afinal, a Empresa da Maçã é parceira da AMD há um longo tempo e não tem um bom histórico de plataforma amigável para os games. Com a possibilidade de uma GTX 1080 Ti ser incluída no pacote básico de um Mac, tudo isso muda de figura, trazendo muito mais tecnologia e desempenho a esse ecossistema – que costuma ser bem mais engessado que o popular e universal Windows.

Ter uma novíssima Titan Xp no seu Mac não é mais um sonho

Isso porque, enquanto a AMD reina soberana no segmento dos console – apesar de a Nintendo ter recorrido ao lado verde da Força para criar seu Switch –, é a NVIDIA quem domina o mercado dos PCs há alguns bons anos. Sendo assim, enquanto as placas da geração Vega não surgem para desbancar as GeForce, o consumidor é praticamente “obrigado” a investir em um hardware da família 10XX se quiser obter a melhor performance.

As novas placas da NVIDIA também oferecem cálculos precisos e recursos de renderização

E não estamos falando só de jogos – que não são nem o ponto forte do Mac nem a principal atividade de quem adquire um computador como esses –, já que as novas placas da NVIDIA também oferecem cálculos precisos e recursos de renderização que podem ser uma mão na roda para quem trabalha com material 3D ou edição de vídeo. E aí, ficou contente com as possibilidades da chegada da microarquitetura Pascal ao macOS? Será que teremos surpresas em novas versões do iMac, Mac Pro e do MacBook? Deixe o seu comentário.

Cupons de desconto TecMundo: