Poucos dias atrás, os fãs do Instagram entraram em polvorosa com a mudança nos termos do serviço, que, em teoria, permitiria que a rede vendesse suas fotos e guardasse o lucro apenas para ela.

Mas Kevin Systrom, o cofundador do serviço, não tardou a dar uma resposta sobre essa confusão no blog oficial do Instagram. “Para ser claro: não é nossa intenção vender suas fotos”, declarou na postagem. Segundo ele, a intenção do contrato é melhorar o sistema de promoção entre pessoas e empresas.

Fotos 100% suas

Systrom também escreveu que o Instagram não vai tomar nenhum direito dos criadores das fotos, mantendo elas completamente suas. O controle de privacidade também vai continuar apenas seu.

Por fim, o cofundador do serviço disse que os termos do contrato devem ser refeitos, removendo a linguagem que causou tanta confusão. Resta torcer que os novos termos sejam mais claros.

Cupons de desconto TecMundo: