Como resultado da grande reestruturação da Microsoft anunciada em julho pelo CEO Satya Nadella, a Microsoft vai vender uma das principais fábricas da Nokia no Brasil. Localizada em Manaus, a estrutura vai passar a ser responsabilidade da Flextronics, que vai usar o local para a produção nacional de smartphones baseados no Windows 10 Mobile e de produtos da linha Xbox.

“Como parte da reestruturação do negócio de dispositivos mobile anunciada previamente, a Microsoft está procurando meios de melhorar a eficiência de suas operações. Depois de uma avaliação cuidadosa e sob a aprovação regulatória final, a Microsoft decidiu assinar um contrato com nossa parceira Flextronics para a produção do Xbox e de smartphones, a partir de janeiro de 2016”, afirma o comunicado oficial divulgado pela companhia.

A negociação coloca em xeque o funcionamento da Fundação Nokia e da INDT (Instituto de Desenvolvimento e Tecnologia, antigo Instituto Nokia), cujo financiamento dependia dos investimentos que a Microsoft fazia em fábricas na região Norte do Brasil. Ambas as instituições se tornaram referências na área de educação tanto para os moradores da região como para o país em geral.

Estudantes organizaram um protesto contra a mudança de direção da Microsoft, o que chamou a atenção de outras empresas e de autoridades governamentais. A Fundação Nokia anunciou que vai deixar de aceitar inscrições para novos estudantes para o primeiro semestre de 2016 — má notícia de certa forma compensada pela afirmação de que os alunos já matriculados vão poder terminar seus estudos normalmente.

Cupons de desconto TecMundo: