Antes mesmo de a Apple conquistar os holofotes com o anúncio (e subsequente lançamento) do Apple Watch, a Nokia estava trabalhando em ideias próprias do que um relógio inteligente deveria possuir. Conhecido como “Moonraker”, o dispositivo usava uma estética semelhante à do Windows Phone e parecia estar bastante próximo de iniciar sua produção, até ser cancelado pela Microsoft.

Segundo fontes consultadas pelo The Verge, protótipos funcionais do gadget foram exibidos a clientes em potencial durante o Mobile World Congress de 2014. A revelação oficial do dispositivo deveria ocorrer junto ao lançamento do Lumia 930, mas o plano foi abortado assim que a divisão de smartphones da Nokia foi adquirida pela Gigante de Redmond.

O principal motivo pelo qual o Moonraker nunca chegou às lojas foi a pulseira Band, que já estava sendo desenvolvida pela Microsoft na época. O relógio inteligente da Nokia acabou sendo deixado de lado por não trazer tantas funcionalidades contra seu concorrente direto — entre os recursos do smartwatch estava a integração com o Facebook e com o MixRadio, além de funções que permitiam registrar fotos a partir de um smartphone conectado.

Apesar de ser improvável que o produto da Nokia chegue algum dia ao mercado, algumas das ideias adotadas por ele podem fazer a transição para a segunda versão da Microsoft Band — especialmente seus critérios que exploram o mundo da moda. A expectativa é que a empresa anuncie oficialmente seu novo wearable ainda este ano após o lançamento do Windows 10 para desktops e plataformas mobile.

Cupons de desconto TecMundo: