Já desvinculada da Microsoft e tentando construir uma nova identidade, a finlandesa Nokia pode mudar radicalmente de ares: segundo a Bloomberg, a companhia está em busca de possíveis compradores para um dos aplicativos que restaram.

Trata-se do sistema de navegação e localização HERE Maps, que tem avaliação estimada em US$ 2,1 bilhões (ou R$ 6,4 bilhões, em conversão direta de moeda. O polêmico aplicativo Uber e uma montadora de carros da Alemanha estariam entre os interessados.

A Nokia notou melhorias na popularidade do aplicativo, mas os custos para transformar o sistema de navegação e as perdas operacionais anuais (maiores que os ganhos, ao menos no último ano fiscal) podem forçar a venda. Vale lembrar que está disponível para Android e iOS, além de vir embutido no Windows Phone e servir como base de dados para empresas como Amazon, Yahoo! e muitas outras.

Atualmente, a Nokia deseja investir em redes com e sem fio — e o dinheiro obtido com a venda do HERE Maps seria utilizado para aumentar essa estrutura e reforçar também o negócio de patentes da empresa, que gera rendimentos consideráveis.

Uma decisão sobre a negociação pode sair ainda em maio deste ano. O conselho da empresa pode recusar a venda se achar que nenhuma oferta com um preço atrativo o bastante for realizado.

Cupons de desconto TecMundo: