A Nokia é conhecida pelos seus celulares muito resistentes, principalmente aqueles fabricados entre o fim da década de 1990 e o início da década de 2000. Eles eram injustamente comparados a tijolos de tão fortes. Ainda assim, se você comparar aqueles aparelhos com o Mobira Senator, o primeiro celular fabricado pela Nokia, nunca mais vai chamá-los de "tijolares".

O Mobira Senator é um aparelho memorável não apenas por ser o primeiro aparelho comercial da Nokia, lançado em 1982 como um telefone para carros, mas também por ser enorme e pesado. Como não existiam baterias de lítio naquela época, aparelhos móveis com bateria de longa duração tinham que ser bem grandes e pesados. Esse em especial pesava 9,8 kg.

Ou seja, a fabricante tinha razão ao anunciá-lo como um aparelho para ficar no carro, porque ninguém iria conseguir ficar carregando quase 10 kg para lá e para cá o dia inteiro, apesar de isso ser possível na época.

O aparelho foi relembrado hoje pelo PhoneArena como um representante das redes de primeira geração (1G), com comunicação analógica em 450 MHz VHF. Ele foi criado especificamente para funcionar com a recém-lançada rede celular finlandesa, que ainda tinha pouco alcance e poucos aparelhos disponíveis.

A Nokia não revela mais detalhes do dispositivo, mas é interessante relembrar a primeira criação de uma marca que está para desparecer do mercado de celulares e tem uma história de mais de 30 anos no setor. Com a compra da empresa pela Microsoft, é provável que a marca deixe de ser usada muito em breve.

Cupons de desconto TecMundo: