No final dos anos 2000, a Nokia foi alvo de extorsão e cedeu ao pagar alguns milhões de euros a ladrões que roubaram os códigos do Symbian, então o principal sistema operacional da companhia, revelou nesta terça-feira (17) a imprensa finlandesa. A empresa temia que o vazamento de tais códigos pudesse expor o sistema a ação de malwares.

O pagamento ocorreu entre o final de 2007 e início de 2008 e foi feito a pessoas que possuíam um meio de fazer qualquer desenvolvedor publicar apps na loja do Symbian, sem qualquer controle prévio da Nokia. Assim, esses aplicativos poderiam acessar informações sensíveis dos usuários, expondo os donos dos dispositivos.

A Nokia teria feito o pagamento tanto para evitar este desastre com o sistema presente em 50% de seus aparelhos em 2007 quanto para auxiliar nas investigações que levassem aos bandidos.

Extorsão confirmada

O veículo de imprensa finlandês MTV (que não tem qualquer relação com a rede de TV especializada em música de mesmo nome) e a agência de notícias Reuters confirmaram a existência da extorsão junto às autoridades da Finlândia.

“Nós estamos investigando o crime de chantagem, com a Nokia como parte prejudicada”, informou à Reuters o inspetor-chefe Tero Haapala.

Cupons de desconto TecMundo: