Hoje foi o dia do contra-ataque. A Motorola impressionou o mundo na última terça-feira (13) com o anúncio do Moto E, um smartphone robusto com preço acessível, mas foi nesta quinta-feira (15) que a Nokia resolveu mostrar à América Latina que ela também possui boas cartas na manga quando começamos a falar sobre gadgets de baixo custo.

Se você não leu nossa notícia anterior, recapitularemos: a empresa divulgou oficialmente o preço e disponibilidade do Lumia 630 no território brasileiro. Chegando aqui já a partir de junho, o primeiro aparelho equipado com o Windows Phone 8.1 custará apenas R$ 549 nas gôndolas nacionais – apenas R$ 20 a mais do que o celular revelado ontem pela Motorola.

E não acaba por aí: também teremos uma versão exclusiva do aparelho projetada especialmente para os consumidores brasileiros, dotada de receptor de TV digital e suporte para dois chips SIM. Tudo isso por R$ 699. Além disso, a Nokia fez questão de dar um pequeno “teaser” do Lumia 930, novo high-end da marca, limitando-se a afirmar que ele será lançado “no terceiro trimestre do ano”. Ainda não há preço sugerido.

De um lado, um aparelho de nível médio com um preço atraente. Do outro, um high-end que chega com o intuito de ser a “obra-prima” da empresa, primeiro produto genuíno do licenciamento da marca Lumia pela Microsoft. Tivemos a chance de colocar as mãos em ambos os modelos e, acredite, os fãs do Windows Phone já podem começar a comemorar.

Uma verdadeira obra de arte

Primeiramente, não importa se você é fã do Android, iOS ou Firefox OS: é particularmente difícil não se sentir impressionado com o design do Lumia 930. A traseira é de policarbonato (mesmo material emborrachado usado na maior parte da família Lumia), mas o modelo possui uma elegante borda de alumínio que concede um visual moderno e inigualavelmente elegante. A espessura e a leveza também assustam – de modo positivo, obviamente.

Nas mãos, o aparelho se mostra bem confortável, com o policarbonato permitindo uma pegada firme e te dando a certeza de que o gadget não escorregará de seus dedos com tanta facilidade. Podemos dizer que o 930 é a fusão perfeita entre a confiabilidade da traseira plástica (já conhecida entre os usuários de produtos da Nokia) e a beleza das bordas em alumínio (algo que nasceu no modelo 925).

Aparelho impressiona pela leveza

O Lumia 630 também não decepciona no quesito visual. Ele não possui partes em alumínio, mas é igualmente leve e fino. A traseira é completamente em policarbonato e suas bordas são mais arredondadas do que as do 930.

Um grande diferencial do 630 é o fato de que ele não possui botões físicos para navegação pelo sistema operacional (Voltar, Iniciar e Buscar). Estes são substituídos por teclas virtuais, da mesma maneira que ocorre com alguns aparelhos equipados com o Android.

Também é interessante lembrar que ambos os novos celulares possuem telas com tecnologia ClearBack e IPS, que oferece cores mais nítidas e maior ângulo de visão. O 930 possui um display Full HD, enquanto o 630 chega às gôndolas com 854x480 pixels de resolução.

É o que o brasileiro gosta, é o que o brasileiro quer

TV digital e dual SIM. Inserir essas duas características em um aparelho de baixo custo virou uma verdadeira febre entre as maiores fabricantes de telefones celulares. Quem começou a briga na “nova geração” foi a LG, apresentando recentemente sua família L Series III; em seguida, veio a Motorola com seu já aclamado Moto E.

Disposta a entrar com tudo nessa briga, a Nokia resolveu adaptar o Lumia 630 e criar uma versão especial do aparelho equipada com tais recursos adicionais. Pelo preço sugerido de R$ 699, o gadget acompanha um app especial para você acompanhar a programação da TV aberta (sendo possível gravar e tirar screenshots do vídeo que estiver sendo reproduzido, compartilhando-os nas redes sociais sem sair do software).

Lumia 630 reproduzindo um programa televisivo

Falando sobre o dual SIM, a empresa realizou pequenas modificações no Windows Phone para adaptá-lo da melhor forma possível para o trabalho com duas operadoras. Há uma série de switchs estrategicamente posicionados em certos menus do aparelho (como no histórico de chamadas) permitindo que você alterne rapidamente entre o primeiro e o segundo chip que estiver inserido no dispositivo.

De acordo com Anderson Teixeira, vice-presidente executivo para América Latina da companhia, “a decisão de lançar smartphones com recursos exclusivos em primeira mão na América Latina comprova a relevância deste mercado para a Microsoft”. O executivo ainda ressalta: “Os brasileiros vão poder acompanhar todos os lances do maior evento de futebol do mundo no seu Lumia”. Será que isso quer dizer que o 630 será lançado antes do dia 12 de junho, data que marca o início do Mundial?

Modelo vai chegar às gôndolas brasileiras por um preço acessível

A harmonia entre software e hardware

Não é nenhum segredo que um dos principais pontos positivos da linha Lumia é a combinação harmoniosa entre o software e o hardware – mesma situação dos produtos da Apple. Com a fusão entre as marcas Nokia e Microsoft, é natural que essa característica fique ainda mais visível.

Equipado com um processador Snapdragon 400 quad core de 1,2 GHz, o modelo consegue lidar facilmente até mesmo com games mais pesados – como o belíssimo Asphalt 8: Airborne. E se os 8 GB de armazenamento interno (junto com os 7 GB gratuitos no OneDrive) não forem o suficiente para você, sem problemas: insira um micro SD de até 128 GB e seja feliz. Não, não erramos: são 128 GB.

Apesar de ser um modelo de baixo custo, Lumia 630 possui hardware razoável

Quando o assunto é fotografia, porém, o grande astro é de fato o Lumia 930. Sua câmera possui um sensor de 20 MP, lentes Zeiss, estabilização óptica de imagens (OIS) e tecnologia PureView. Para ter uma ideia básica do que tudo isso significa, pense na câmera do Lumia 1020 com menos zoom e com metade dos megapixels. É um conjunto excelente para quem gosta de registrar imagens nítidas e quer ter um smartphone que esteja sempre preparado para as suas aventuras fotográficas.

O aplicativo Nokia Camera também continua sendo aprimorado. Acompanhando tanto o 930 quanto o 630, o software permite que você tire fotos usando configurações iguais as utilizadas em câmeras de maior porte – é possível controlar detalhes como valor ISO, velocidade do obturador e assim por diante.

Lumia 930 ao lado do 1020

Lumia 635: para quem quer conexão 4G

Não poderíamos deixar de comentar sobre o Nokia Lumia 635, que também foi apresentado nesta manhã pela companhia finlandesa. Trata-se de uma versão com as mesmas características do 630, mas compatível com a tecnologia 4G.

Dessa forma, a empresa também pretende conquistar a América Latina usando um aparelho que seja compatível com a nova geração de rede móvel, trabalhando com uma velocidade de internet muito superior à oferecida pelo atual protocolo 3G. Curiosamente, a Nokia preferiu não revelar o preço sugerido desse modelo, mas prometeu que ele chegará junto com o 930 – ou seja, no terceiro trimestre deste ano.

Lumia 635 é um 630 com suporte a 4G

Uma dupla de peso

Não há dúvidas de que o cenário de dispositivos móveis está cada vez mais acirrado. O Lumia 630 tem tudo para brigar de frente com o Moto E, tornando-se um dos aparelhos de melhor custo-benefício disponível nas gôndolas nacionais. O modelo tem especificações atraentes, um design bonito e um preço mais do que justo.

Por outro lado, o Lumia 930 também promete não fazer feio na categoria dos celulares high-end – especialmente no que diz respeito ao design e qualidade da câmera. Por sinal, se a Nokia conseguiu trazer o 630 por um valor tão amigável, não é ousado imaginar que o 930 terá um preço igualmente atrativo e inferior aos outros flagships já comercializados por aqui.

Só nos resta aguardar e ver como os novos modelos vão ser recebidos pelos consumidores brasileiros. E você, o que pensa sobre a dupla de peso da Nokia? Não deixe de expressar a sua opinião no campo dos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: