Lumia 1520, com tela Full HD e Snapdragon 800 (Fonte da imagem: Nokia)

Quem é fã do Windows Phone e sempre se sentiu atraído pelo display enorme presente no Galaxy Note 3 já pode dar alguns pulos de alegria: conforme noticiamos recentemente aqui no Tecmundo, a Nokia está finalmente trazendo seus primeiros phablets para as gôndolas brasileiras. Com telas de 6 polegadas, os Lumias 1520 e 1320 foram anunciados no fim do ano passado e representam a tentativa da gigante finlandesa em invadir um mercado em constante crescimento.

Para isto, a manufaturadora apostou em fórmulas infalíveis, especialmente para o top de linha 1520. O aparelho (que tem preço sugerido de R$ 2,4 mil) apresenta uma poderosa câmera PureView de 20 MP, LCD com resolução de 1080p, uma bateria de 3400 mAh, um processador quad core Snapdragon 800 de 2,2 GHz, 2 GB de RAM e sistema operacional já atualizado com o update Lumia Black (que oferece recursos inéditos interessantes, como a possibilidade de criar pastas para seus tiles e travar a orientação automática da tela).

O Lumia 1320 também possui tela de 6 polegadas, mas com resolução de 720p. Econômico, o aparelho será vendido por R$ 1,4 mil, estrelando câmera de 5 MP, memória interna de 8 GB (contra 32 GB do 1520), 1 GB de RAM e processador dual core Snapdragon 400 de 1,7 GHz. A bateria, ponto ressaltado pela Nokia, é igual: são 3200 mAh capazes de aguantar cerca de 23 horas de conversão usando 3G. Em uso regular, os novos modelos conseguem aguentar cerca de um dia e meio sem recarga de energia.

Criação de pastas para tiles é uma das novidades da atualização Lumia Black (Fonte da imagem: Nokia Revolution)

Uma tela que faz diferença

Mas não acaba por aí: a tela avantajada traz ainda mais vantagens quando aplicada em um celular com Windows Phone do que quando apresentada em um smartphone Android. O grande diferencial dos Lumias 1520 e 1320 é a terceira fileira de live tiles que você pode utilizar para armazenar ainda mais informações na sua tela inicial. Os 1080p de resolução também fazem a diferença no phablet top de linha na hora em que você decidir assistir a um filme Full HD ou jogar títulos com gráficos mais modernos, como The Dark Knight Rises.

No geral, ambos os aparelhos são bastante confortáveis de manusear. Venhamos e convenhamos: uma tela de 6 polegadas é o limite aceitável para que você possa mexer em seu gadget sem sentir algum tipo de incômodo. Ambos os produtos são bem leves e, visualmente falando, lembram outros modelos da família de smartphones Lumia. Quem gosta do design minimalista e clássico adotado pela Nokia em seus telefones celulares certamente vai gostar dos phablets também.

Lumia 1320 possui cantos mais arredondados do que seu "irmão mais velho" (Fonte da imagem: Nokia)

Recursos multimídia

Outra característica muito interessante no Lumia 1520 é sua exclusiva tecnologia de captura de áudio batizada como “Rich Recording”. O phablet apresenta não um, mas sim quatro microfones posicionados estrategicamente ao longo do aparelho capazes de captar sons estéreos mais imersivos e com menos ruído do ambiente.

Em conjunto com a já conhecida qualidade das câmeras PureView e lentes ZEISS, o gadget oferece uma experiência audiovisual excelente para quem gosta de produzir conteúdo. Quer uma prova consistente disto? Então confira esse videoclipe de autoria da banda Niila, que usou cinco Lumias 1520 para registrar tanto o vídeo quanto o áudio de sua performance musical.

Se ainda tem dúvidas sobre a capacidade do aparelho, você pode clicar aqui para assistir a um making of do clipe e conferir depoimentos de cada membro da banda sobre a experiência inusitada. Não é de se espantar que o gadget esteja até mesmo caindo no gosto de fotógrafos profissionais, como o paulista Renato Stockler, que foi desafiado pela Nokia a substituir seu iPhone e tirar fotos com o novo aparelho durante alguns dias. Em entrevista ao Tecmundo, Stockler afirma que foi necessário um tempo para se adaptar ao tamanho do 1520, mas que se sentiu atraído por uma série de recursos presentes no produto.

Os principais pontos ressaltados pelo fotógrafo foram as opções de configuração manual oferecidas pelo app Nokia Camera (apresentado inicialmente no Lumia 1020) e recursos de organização presentes no Nokia Storyteller (aplicativo que utiliza dados EXIF para organizar cronologicamente e geograficamente todas as suas fotos tiradas com qualquer aparelho da família Lumia).

Terceira fileira de live tiles é uma das novidades presentes nos aparelhos (Fonte da imagem: Nokia)

Será que vai dar certo?

Não pudemos fazer testes extensos com os Lumias 1520 e 1320, mas os aparelhos parecem ser perfeitos para quem aprecia o Windows Phone e sempre desejou um aparelho com tela grande. Recomendados sobretudo para reprodução de vídeos e games, os novos modelos só enfrentarão algumas dificuldades em relação aos preços praticados no Brasil – afinal, não são poucas as pessoas que já demonstraram insatisfação quanto aos valores sugeridos para o varejo. E você, acha que a Nokia tem chance no mercado de phablets no território brasileiro?

Cupons de desconto TecMundo: