(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Há quase dois meses, a Microsoft anunciou a compra da divisão de dispositivos móveis da Nokia, processo que está em seus estágios finais. Em entrevista ao Telegraph, o executivo da fabricante de celulares, Stephen Elop, falou sobre a junção das empresas e afirmou que é possível que a companhia de Bill Gates elimine a marca da finlandesa em seus smartphones no futuro.

Sob os termos da aquisição, a Microsoft licenciou o uso do nome da Nokia na sua linha Asha de celulares, enquanto a fabricante manteve a propriedade da marca. Ao mesmo tempo, a companhia finlandesa não poderá usar essa nomenclatura em seus smartphones e tablets no futuro.

Perguntado se isso poderia significar que deixaríamos de ver o nome da empresa nesses dispositivos daqui a uma década, Elop deu uma resposta direta. O executivo reconheceu que, sob os termos do acordo, é possível que o marca Nokia desapareça da indústria de celulares, embora também tenha ressaltado que muita coisa pode mudar em dez anos e, portanto, nada é certo.

(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Coincidência... ou não?

Ainda que a Nokia continue a manter seu próprio portfolio de produtos por enquanto, o timing do anúncio do tablet Lumia 2520 e do lançamento no varejo dos novos dispositivos Surface parece ser mais do que uma simples coincidência. No entanto, Elop afirma que não há nenhum significado na escolha das datas e que uma maior quantidade de escolhas para os consumidores irá beneficiar o ecossistema do Windows.

O executivo acredita que o tablet da Nokia vai atrair uma audiência que ao mesmo tempo se sobrepões à da Microsoft e a complementa. Segundo ele, a fabricante finlandesa realizou uma abordagem ligeiramente diferente, concentrando-se na mobilidade com recursos como o modem LTE integrado e a tela apropriada para ambientes externos.

Pela mesma razão, a companhia finlandesa decidiu que o Lumia 2520 virá com o Windows RT, ao invés do Windows 8. Elop justificou a decisão pelas melhorias feitas na versão 8.1 do RT, entre as quais sua favorita é a inclusão do Outlook ao pacote Office pré-carregado.

(Fonte da imagem: Reprodução/The Telegraph)

O que vem por aí

Elop também anunciou que o Instagram finalmente ganhará uma versão oficial para o Windows Phone. Ele reconheceu que este é um marco importante, mas ressaltou que isso não põe a Nokia em vantagem sobre as concorrentes, mas sim a coloca em igualdade. O executivo também afirmou que não é uma grande quantidade de apps que determina o sucesso de um produto.

Se referindo ao impacto de dispositivos como o Xerox Star e o iPhone, ele afirmou que “os grandes movimentos em tecnologia tendem a vir quando há uma grande mudança no modelo de interação com o usuário. A partir de certo ponto, essas novas formas são descobertas e se estabelecem, o que traz uma inteira nova geração de experiências. É claro que estamos todos trabalhando vigorosamente nesse tipo de coisa e vocês nos verão fazer mais disso no futuro”.

Por fim, quando questionado sob os rumores de que a Microsoft estaria considerando colocá-lo na posição de CEO, substituindo Steve Ballmer, Elop foi evasivo, mas afirmou estar pronto para encarar o desafio de unir as duas gigantes, custe o que custar. “Estou ansioso para fazer parte da direção dessa mudança dentro da companhia, em qualquer posição”, afirmou.

Cupons de desconto TecMundo: