Nokia quer que Microsoft pise fundo no acelerador. (Fonte da imagem: Reprodução/IBTimes)

Parece que a Nokia não está muito satisfeita com a maneira com que a Microsoft vem conduzindo o desenvolvimento do Windows Phone. A fabricante de celulares finlandesa está apresentando um fôlego surpreendente, com o lançamento de diversos Lumias, mas a empresa não está gostando do ritmo que a Microsoft vem impondo ao seu SO móvel.

A insatisfação foi demonstrada por Bryan Biniak, vice-presidente da Nokia, em uma entrevista recente ao site de notícias International Business Times. De acordo com as informações, a Nokia deseja que a Microsoft acelere o desenvolvimento do Windows Phone e também de aplicativos.

O problema principal

Para Biniak, a falta de aplicativos é um problema que precisa ser tratado. De acordo com ele, para que os usuários de outros sistemas queiram mudar [para o Windows Phone], é preciso não apenas garantir que os aplicativos que eles usam vão estar disponíveis para o SO da Microsoft, como também que eles serão melhores.

Também, segundo Biniak, é preciso proporcionar a esses usuários experiências únicas que não podem ser oferecidas em outros dispositivos. Mas a questão que realmente preocupa o vice-presidente é a falta de aplicativos.

Segundo ele, se há um aplicativo que alguém se importa e ele não está disponível para o Windows Phone, aí está uma oportunidade de venda perdida.

A Microsoft que a Nokia quer

Biniak afirma que a Nokia está tentando evoluir o pensamento cultural da Microsoft. De acordo com ele, a empresa não está se adaptando de forma rápida o suficiente para o mercado de smartphones, que costuma evoluir com mais velocidade do que a companhia está acostumada.

Biniak concorda que cabe a Nokia "reforçar a mensagem" para que a Microsoft mude suas práticas quando se trata do seu sistema móvel, especialmente como uma plataforma forte e um catálogo de aplicativos maior e qualificado.

 

Cupons de desconto TecMundo: