Será que o Windows Phone vai durar na série Lumia? (Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

A apresentação do Windows Phone 8 parece não ter deixado dúvidas de que ele será um sucesso, mas nem todo mundo parece levar tanta fé assim no produto. Novo presidente do conselho da Nokia, Risto Siilasmaa revelou que, caso o sistema operacional fracasse logo de início, já há um plano de riscos para substituí-lo e manter a linha de produção.

E existem motivos para essa preocupação: apesar de ter uma linha poderosa no mercado (a Lumia) e parcerias que parecem garantir o futuro da empresa (como essa com a Microsoft), a Nokia não vive um bom momento no mercado. Desde que assumiu o cargo, Siilasmaa viu as ações sofrerem uma queda livre e foi obrigado a realizar uma série de demissões em suas fábricas. Por isso, é normal apostar tudo na parceria com a Microsoft – mas ter um pouco de desconfiança também é altamente recomendável.

A ideia é tornar a Nokia competitiva novamente no mercado de celulares, situação vivida pela companhia há alguns anos. O executivo, entretanto, não revelou qual seria o sistema operacional marcado como "plano B", mas garantiu que não se trata do Symbian, que hoje conta com uma fatia mínima de mercado.

Fonte: Yle

Cupons de desconto TecMundo: