Depois de estar à venda na China por 4 minutos, o tablet Nokia N1 teve seus estoques completamente esgotados. Foram 20 mil unidades vendidas nesse período de tempo hoje de manhã no país asiático. De acordo com o FoneArena, um novo lote estará disponível no próximo dia 15 de janeiro para os consumidores chineses que não conseguiram comprar uma das primeiras unidades do tablet da Nokia.

Com todo esse furor dos chineses pela Nokia, é possível imaginar que, mesmo estando em fase de desaparecimento do mercado de smartphones por conta da venda da empresa para a Microsoft, a marca ainda tenha um apelo muito grande na Ásia.

O tablet é feito pela Foxconn e vem de fábrica com o Android Lollipop 5.0 da Google. A diferença é que a interface foi bastante alterada por conta do Z Launcher produzido pela própria Nokia.

Mesmo com esse sucesso, não há qualquer confirmação por parte da Nokia ou da Foxconn que possa levantar a possibilidade de o dispositivo ser vendido em qualquer outro mercado além do chinês. Atualmente, o preço dele na China é ¥ 1.599 ou R$ 695. Confira as especificações e outros detalhes do aparelho aqui.

Cupons de desconto TecMundo: