Ano passado, nós testamos e aprovamos uma caixa acústica (a MD-12) focada em mobilidade que a Nokia projetou para os consumidores precisam de alta qualidade e praticidade.

Algumas pessoas nem sabiam que a fabricante trabalhava com esse tipo de aparelho, mas a verdade é que ela tem experiência na área e inclusive já produziu outros modelos.

Hoje, estamos aqui para falar da caixa de som portátil Nokia MD-51W, que foi idealizada pela Nokia, mas que traz tecnologia de áudio da JBL.

Conhecida pelo nome de PlayUp, esta versão traz algumas semelhanças com os demais dispositivos da marca, mas se desta ao apresentar qualidade de som surpreendente, compatibilidade com a tecnologia NFC e bateria removível com autonomia para até 10 horas de reprodução.

Nós passamos alguns dias testando esta belezinha e agora trazemos nosso veredito quanto aos pormenores do produto. Se você está buscando um aparelho desse tipo, certamente este texto será de grande utilidade, mas antes de partirmos para nossas considerações, vale conferir as especificações.

Especificações

Design modesto, mas atraente

A Nokia sempre se destaca pelo capricho visual em seus dispositivos e com esta caixa de som não é diferente. Não há uma grande revolução no design da MD-51W, mas seu formato peculiar chama a atenção — principalmente nas versões coloridas. As curvas suaves na lateral têm acabamento em material emborrachado e deixam espaço apenas para um orifício que serve para ampliar a qualidade dos graves.

A tampa na parte inferior, que é de fácil abertura, dá acesso à bateria e ao cabo de áudio. A grade superior possibilita que o som se espalhe com facilidade e ainda dá visão aos alto-falantes que ficam posicionados de forma estratégica para proporcionar um som de altíssima qualidade.

Há poucos botões, sendo que os de volume ficam na parte de cima junto com um LED que indica o status da bateria. O botão de energia fica na parte traseira, ao lado da porta USB e da conexão de áudio. Há ainda um botão para facilitar o pareamento na parte da frente. Todos esses elementos conversam entre si e formam um conjunto simples, mas bonito.

Qualidade de som acima de tudo

Para quem não bota fé na marca da Nokia, saber que a JBL é a responsável pelo projeto sonoro é algo que faz toda a diferença. A marca especializada em produtos de alta qualidade no segmento de áudio tem uma série de dispositivos caprichados e claro que ela não fez feio ao entrar na parceria de desenvolvimento deste modelo.

Quem verifica a presença de apenas três alto-falantes pequenos fica impressionado ao perceber a capacidade desses componentes. A verdade é que, como diz o ditado, tamanho não é documento. A potência gerada é muito bem aproveitada, inclusive na parte interna que favorece os graves e garante um equilíbrio perfeito independente da música reproduzida.

É válido comentar que os alto-falantes são distribuídos de uma forma bem inteligente, garantindo a reprodução sonora de forma multidirecional. Basicamente, não importa em que parte do recinto você está, pois o som se propaga igualmente para todos os cantos.

Ainda que a qualidade de som seja muito boa com um player de áudio simples, a utilização de um app especial pode melhorar significativamente os graves e agudos. Em nossos testes, notamos um aumento no volume e sem prejudicar o som com o uso do programa Poweramp. A caixa da Nokia se mostrou extremamente satisfatória e não apresentou distorções ou ruídos significativos.

Bluetooth excelente e bateria de longa duração

A tecnologia Bluetooth não é nenhuma novidade, mas nem todos os produtos do mercado apresentam boa qualidade de conexão. A PlayUp é justamente uma das exceções, que apresenta resultados excelentes mesmo com a presença de barreiras. A reprodução é constante mesmo quando você se afasta cerca de 10 ou 12 metros.

Ficamos contentes em ver que a Nokia incluiu a tecnologia NFC neste dispositivo, pois isso facilita muito o processo de pareamento. A conexão ocorre rapidamente e vimos bons resultados com dispositivos de diferentes marcas. O pareamento manual via Bluetooth também funciona bem, mas pode ser que alguns smartphones demorem ou não consigam se conectar — o iPhone 5S não funcionou muito bem em nossos teste.

Quanto à bateria, só temos elogios para a Nokia. Além de incluir um componente de longa duração, a empresa teve a brilhante ideia de optar por componentes removíveis. Isso significa que você não precisa descartar sua caixa sonora caso a bateria chegue ao fim de seu ciclo de vida ou caso ela apresente problemas. Basta adquirir uma nova e continuar usando sua PlayUp.

Essa característica também é interessante para quem pretende viajar e ficará muito tempo longe da tomada. Ao levar uma bateria reserva, você pode garantir quase 20 horas de reprodução das suas músicas favoritas. Aliás, falando nisso, quanto a autonomia, a JBL PlayUp se mostrou excelente, alcançando valores próximos aos informados pela Nokia.

Durante nossas verificações, conseguimos aproveitar o som da MD-51W por 9 horas e 50 minutos ao utilizar o cabo de áudio. Com a tecnologia Bluetooth, esse tempo cai para aproximadamente 8 horas e 45 minutos (com o celular próximo à caixa), o que ainda consideramos excelente.

Nos dois testes, o volume estava em nível elevado, mas não no máximo. De qualquer forma, o aparelho deve alcançar valores similares para quem quer aproveitar o máximo da potência. O tempo de recarga é de apenas duas horas e o LED que indica o status da bateria é bem-vindo.

Com cabo de áudio e sem microfone

Uma característica que nos agradou é a presença do cabo de áudio que sempre acompanha a PlayUp. Ele fica escondido na tampa inferior (próximo ao compartimento da bateria), bem acomodado, e pode ser facilmente retirado e utilizado.

Enquanto muitas fabricantes vêm apostando em produtos versáteis, a Nokia parece ter ignorado a questão de comunicação na JBL PlayUp. Sem a presença de um microfone, você acaba tendo que atender suas chamadas diretamente no telefone, mas isso também não é o fim do mundo.

Vale a pena?

Nokia tem aqui uma caixa de som de qualidade que pode agradar até mesmo aos ouvidos mais exigentes. A potência sonora não é exagerada, sendo que ela é claramente voltada a ambientes internos ou pequenas festas.

Ainda que não seja tão leve, a JBL PlayUp é portátil e pode ser levada tranquilamente na mochila. A bateria removível é um ponto a favor, já que é possível comprar mais um componente energético e reproduzir quase 20 horas consecutivas de música.

Com a tecnologia NFC e boa conexão de Bluetooth, a Nokia MD-51W se mostra um bom dispositivo frente aos concorrentes. A falta de microfone é um agravante, mas nada que atrapalhe para quem é viciado em música. Os problemas são o preço e a indisponibilidade. Caso você consiga uma oferta por menos de 400 reais, o investimento é vantajoso.

Cupons de desconto TecMundo: