Não é exatamente uma questão de ele ser caro, mas, pelo valor no qual ele está sendo vendido, é possível conseguir um aparelho consideravelmente melhor

Após ter sido a sensação da MWC deste ano – o que diz muita coisa sobre o quão nostálgicas as pessoas são –, o Nokia 3310 foi lançado no Reino Unido e já está ganhando os primeiros reviews completos de publicações especializadas. As críticas ao aparelho, na média, são mistas, com elogios a algumas funções e ao design, mas com pontos negativos ressaltados, como as limitações de conexão e a simplicidade exagerada do dispositivo, especialmente tendo em vista o seu valor.

Não é exatamente uma questão de ele ser caro, mas, pelo valor no qual ele está sendo vendido – 50 libras, ou R$ 210 –, é possível conseguir um aparelho consideravelmente melhor, com sistema operacional Android e funções completas de internet. É claro que, nesse caso, o fator nostalgia vai acabar ficando de lado.

Vale lembrar também que o dispositivo, com exceção de alguns pouquíssimos recursos melhorados, é uma cópia quase que exata do Nokia 150, um feature phone que pode ser comprado na Inglaterra por cerca de 20 libras, ou R$ 85, menos da metade do preço do Nokia 3310. E para variar, algumas cópias do Nokia 3310 fabricadas na Malásia já podiam ser encontradas por aí, certamente por valores menores.

Internet pré-histórica

Segundo os diversos reviews do dispositivo, o que teremos com o Nokia 3310 – com o qual o TecMundo já deu uma brincada marota na MWC – é um sistema operacional Series 30+ da Nokia bem limitado, igual dos feature phones antigos, ferramentas para realizar ligações telefônicas e enviar SMSs, e uma conexão móvel com a internet de apenas 2.5G. Ou seja, é bom ver se a operadora da linha a ser usada no Nokia 3310 ainda tem suporte para essa tecnologia: pode esquecer 3G e 4G.

O novo Nokia 3310 não é capaz de utilizar conexão WiFi, fazendo o usuário depender da velocidade sofrível da tecnologia 2.5G

Para piorar a situação, o novo Nokia 3310 não é capaz de utilizar conexão WiFi, fazendo o usuário ficar preso à velocidade sofrível da tecnologia 2.5G. Isso também limita aquilo que você pode usar que depende da internet. Uma loja de apps própria pode ser acessada, e você pode baixar aplicativos simples, como um visualizador de clima e temperatura.

Tem redes sociais

A câmera do dispositivo é de 2 megapixels e você ainda pode usar cartão micro SD para aumentar sua capacidade de armazenamento

Surpreendentemente, as versões dos aplicativos Facebook e Twitter funcionam muito bem. Elas são mais enxutas, para economizar dados e poupar o seu tempo de esperar tudo carregar na baixa velocidade da internet móvel, mas são ótimas para publicar mensagens e manter conversas pelo Messenger. Para acessar a internet, uma edição especial do navegador Opera pode ser usada (e muita paciência do usuário também).

Ainda assim, o aparelho é bem bonito, com um design inspirado no Nokia 3310 original, mas mais moderno, colorido e um pouco menor. Sua tela tem 2,4 polegadas com resolução QVGA (240x320), obviamente sem tecnologia de touch. A câmera é de 2 megapixels, e você ainda pode usar cartão micro SD para aumentar sua capacidade de armazenamento.

Música sem fio

Com conexão Bluetooth 3.0, você pode conectar a ele o seu fone de ouvido sem fio para curtir um som, o que pode ser feito também pela entrada tradicional P2 (3,5 mm) na parte inferior do aparelho. Todas aquelas funções divertidas dos celulares de 15, 16 anos atrás estão lá: rádio FM, MP3 player, possibilidade de mudar o toque do aparelho para áudios em MP3, gravador de voz, calendário e, claro, relógio com alarme.

Na média de uso real, você pode deixar para carregar o celular uma vez por semana

A bateria, como acontecia na época de popularidade dos feature phones, tem uma duração que parece até mentira, mas não é: carregada completamente, ela suportaria até 22 horas diretas de ligação. Em modo de repouso, pode durar até um mês. Na média de uso real, você pode deixar para carregar o celular uma vez por semana. O carregamento é feito por meio de um cabo USB que se conecta ao aparelho em sua parte superior.

No fim das contas, o Nokia 3310 apresenta aquilo que a maioria das pessoas já esperava: é um celular fora de seu tempo com adaptações pontuais para que não seja completamente obsoleto. Ele certamente vai agradar os mais saudosistas, pois quem usa de fato um feature phone pode encontrar opções mais interessantes e mais baratas.

Cupons de desconto TecMundo: