(Fonte da imagem: Reprodução/TheMotleyFool)

Alguns analistas da Jefferies começaram uma cobertura especial das relações de perdas e ganhos da Nintendo dentro do mercado financeiro mundial. A primeira conclusão a que os especialistas chegaram foi que a companhia de Satoru Iwata deve ficar longe de atingir o teto das previsões de ganhos de 100 bilhões de ienes fruto de negócios com o Wii U e com o 3DS.

Já Goyal acredita que a gigante japonesa será forçada a rever sua aproximação com os softwares, começando a vender títulos para dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Essa ação deve aumentar o canal de distribuição da empresa, que hoje se resume a produtos compatíveis com seus próprios hardwares. Vale lembrar que 65% do faturamento total da Nintendo são provenientes da venda de consoles, enquanto os jogos (e softwares em geral) respondem por apenas 23% do montante.

Goyal também escreve que a Nintendo já espera uma considerável perda neste ano, seguida de uma perda maior ainda se este ciclo continuar desta maneira. Principalmente pelo fato de que ela está muito mal posicionada em relação à Sony e à Microsoft nesta última virada de geração de consoles — tanto de mesa quanto portáteis.

Portanto, se o Wii U e o 3DS não tiverem uma alavancada surpreendente nas vendas, não seria hora de a Nintendo pensar em mudanças severas?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: