Imagem de: Nintendo quer levar suas séries para os cinemas dentro de até três anos
Fonte: YouTube

Nintendo quer levar suas séries para os cinemas dentro de até três anos

1 min de leitura
Avatar do autor

Se você sempre quis ver os personagens da Nintendo em um longa-metragem oficial, pode comemorar. Em uma declaração feita ao jornal The Asahi Shimbun, o próprio presidente da Big N, Tatsumi Kimishima, revelou que a empresa está se preparando para levar suas famosas franquias para as telonas.

Antes que você comece a se lembrar do fiasco monumental que foi Super Mario Bros. (se você nunca viu esse filme, recomendamos que deixe assim), pode ficar calmo. Diferente do live-action de Mario e seus amigos, o novo projeto vai estar sob total controle da companhia e não será apenas um simples licenciamento. “Nós queremos fazer o máximo que pudermos por nós mesmos”, disse Kimishima.

Embora não deixe escapar quais são seus planos para sua estreia, Kimishima explica que a ideia, com isso, é que a companhia consiga atrair mais fãs e expandir sua audiência atual para os games. Também não foi dito se estamos falando de mais um live-action ou um desenho, mas as apostas do jornal ficam para uma animação 3D protagonizada por Mario ou Link.

Nós queremos fazer o máximo que pudermos por nós mesmos

Para financiar o projeto, a Nintendo vai utilizar o dinheiro da venda de seu time de basebol, o Seattle Mariners. A empresa, vale notar, está atualmente negociando com várias produtoras de filmes pelo mundo e deve oferecer seu título não apenas no Japão, mas também para o resto do mundo. O plano é tornar seus filmes um negócio independente.

Não adianta ficar ansioso demais com a notícia, no entanto. Isso porque, infelizmente, os planos da Nintendo são de ter seu primeiro filme pronto apenas dentro de dois a três anos. Ou seja: teremos uma boa espera até vermos um longa-metragem de Mario, Link ou Samus.

Quais séries da Nintendo você gostaria de ver nos cinemas? Comente no Fórum do TecMundo

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Nintendo quer levar suas séries para os cinemas dentro de até três anos