Os rumores já estavam fortes há um bom tempo e foram se tornando reais cada vez mais: o Nintendo NX, agora revelado como Switch, seria um híbrido de console e portátil. Agora, com tudo confirmado e um trailer de três minutos que aqueceu o mercado e hypou muita gente, finalmente o video game ganhou mais detalhes. Porém, nem todo mundo entendeu ou captou a mensagem.

Por conta disso, vamos destrinchar o vídeo de revelação do produto aqui e contar cada detalhe do novo console da Big N, mostrando tudo o que você precisa saber. Agora, chega de enrolação e vamos ao que interessa. Confira.

O Nintendo Switch pode ser jogado na TV, como qualquer outro console, com um controle convencional

Porém, é possível “destacá-lo” de um hub central e usá-lo como portátil, que pode ser jogado de diversas maneiras

O mais importante aqui é a tela, que é o aparelho principal. Os controles em forma de “abas” contam com o layout convencional de botões, incluindo um botão de ombro e um gatilho. Esses controles são chamados de Joy-Con

Você pode acoplá-los na própria tela e deixar o console parecido com o Gamepad do Wii U ou colocá-los em um suporte que oferece maior ergonomia

Caso o formato não agrade, você também pode usá-los separadamente, como se fosse um Wii Mote com um Nunchuck, mas sem os fios, ou seja, cada um em uma mão, utilizando o próprio aparelho como tela

Quer jogar um multiplayer local? Cada “aba” do controle pode virar um mini joystick, sem precisar comprar um controle extra. Dessa forma, você pode jogar um Mario Kart no mesmo console com um amigo

Caso exista mais de um Switch, é possível jogar em coop local, cada um no seu console ou até mesmo chamar mais amigos para dividir a tela

Outro rumor que se tornou verdadeiro: os “cartuchos” (cartão é o melhor termo) realmente estão de volta, similar ao Nintendo 3DS e ao PS Vita, algo que promete ser mais barato e durável. Mas relaxa, você não vai precisar assoprá-los para funcionar

E os jogos?

Pelo pouco que vimos, há seis confirmados, como o Mario Kart. Mas não sabemos se será o Mario Kart 8 ou se teremos algum jogo novo da franquia ou uma atualização, pois há personagens novos e um slot extra para itens, ambos inexistentes na versão de Wii U

The Legend of Zelda: Breath of the Wild é um dos games que já sabíamos que viria, mas que continua impressionante

Por um breve momento, vislumbramos um Mario 3D que aparenta ser um título novo, pois o cenário apresentado ali (uma vila Mexicana em um ambiente mais aberto) não corresponde ao Mario 3D World, título de Wii U. Será que o sucessor de Mario 64 está vindo?

Por fim, mas não menos interessante, Splatoon aparece rapidamente em alguns momentos

Porém, os third-parties dão as caras também, incluindo um jogo de basquete, que pode ser NBA Live 2017, da EA, ou NBA 2K17, da 2K. Um deles sairá no primeiro trimestre do ano que vem e o outro já estreou. Ambas as empresas são parceiras do Switch

Agora a cereja do bolo: Skyrim aparece em diversos momentos do vídeo. Provavelmente teremos a mesma versão remasterizada que será lançada neste mês para o Switch

E as empresas parceiras? Quem fará jogos para o Switch?

A Big N divulgou hoje uma imagem bem recheadas de empresas parceiras, ou seja, companhias que toparam desenvolver jogos para o Switch e se mostraram favorável ao que a Nintendo apresentou até agora, acreditando no potencial do novo aparelho que mistura console de mesa e portátil. Confira a lista oficial:

  • 505 Games
  • Activision
  • Arc System Works
  • Atlus
  • Bandai Namco Entertainment
  • Bethesda
  • Capcom
  • Codemasters
  • EA (Electronic Arts)
  • From Software
  • Frozenbyte
  • Gametrust
  • Grasshoper Manufacture
  • GungHo
  • Hamster
  • Inti Creates
  • Koei Tecmo
  • Konami
  • Level-5
  • Marvelous!
  • Maximum Games
  • Nippon Ichi Software, Inc.
  • ParityBit
  • Platinum Games
  • SEGA
  • Spike Chunsoft
  • Square Enix
  • Starbreeze Studios
  • Take-Two Interactive
  • Telltale Games
  • THQ Nordic
  • Tokyo RPG Factory
  • Tt Games
  • Ubisoft
  • Warner Bros.

Além disso, há outras companhias que não necessariamente desenvolvem jogos, mas estão presentes em outra lista, mas que oferece suporte ao console. Veja:

  • Recochoku
  • Wwise
  • Autodesk
  • Criware
  • DeNa
  • Epic Games
  • FMOD
  • Havok
  • RAD Game Tools
  • Silicon Studios
  • Ubitus
  • Unity
  • WebTechnology

Com base nesses nomes, há muita especulação que podemos trabalhar. A From Software, por exemplo, desenvolve Dark Souls e Bloodborne; Codemasters é responsável por Dirt; Konami é dona de Metal Gear; Activision conta com a Blizzard embutida, então temos Overwatch, Diablo, Destiny e Call of Duty na jogada.

Empresas que oferecem suporte ao Switch

Isso significa que todos esses games serão lançados para o Switch? Não necessariamente, mas já é um bom começo. Algumas outras empresas de peso também não estão presentes, como CD Projekt Red, Rockstar Games (mas a Take-Two é uma holding que controla muitas ouras companhias, incluindo a Rockstar) e Insomniac.

Outras empresas parceiras podem representar as game engines suportadas pelo console, que estaria bem servido, caso de fato seja isso mesmo, já que a Unity é bem famosa, a Epic Games tem direito sobre a Unreal e a Havok é muito utilizada. Porém, um nome faz falta: Crytek, dona da Cry Engine.

E as especificações?

Por enquanto, não há nada oficial. Porém, a Nvidia, a principal parceira da Nintendo nesta empreitada, já se manifestou sobre o chip gráfico que dá força ao console. Ainda não há confirmações, mas a empresa se manifestou e disse que se trata de uma “GPU de alta performance que é baseado nas placas GeForce de alta qualidade”.

Por conta disso, é bem seguro afirmar que se trata de um chip Tegra, ainda não especificado. Entretanto há muitos boatos circulando sobre possíveis vazamentos de especificações. Como é esperado, dificilmente o Switch conseguirá se opor de igual para igual com Xbox One e PlayStation 4, já que se trata de uma arquitetura portátil. Confira:

  • Processador: Quatro cores ARM Cortex-A57 com 2 GHz
  • Placa de vídeo: NVidia com arquitetura Maxwell de segunda geração (K2 ou X2) com 256 CUDA cores, frequência de 1 GHz e ciclo de 1024 FLOPS
  • RAM: 4GB RAM (25.6 GB/s, compartilhado com VRAM)
  • Armazenamento: 32 GB storage (transferência máxima de 400 MB/s)
  • Conexões: USB 2.0 & 3.0 e P2 (ainda sem confirmação para cartões SD)
  • Tela: Display IPS LCD de 6,2” (1280x720 pixels) capacitiva com multitouch
  • Resolução no dock: 1080p com 60 fps ou 4k com 30 fps (não especificado se é para jogos ou aplicativos também, ou seja, o 4K pode ser para Netflix e afins)

Porém, devemos ressaltar: trata-se de rumores. Muitas pessoas creem que esses dados vazados são falsos, pois se equiparados com arquiteturas antigas da própria Nvidia, seria algo defasado. Porém, vale a pena mencionar que já existem boatos circulando na internet.

Outros detalhes já confirmados

Há alguns outros dados que foram confirmados ao longo do dia que vale a pena citar por aqui. Entre eles está a volta dos amiibos, algo que, além de afirmar a volta dos bonequinhos da marca, também confirmaria por tabela a presença da tecnologia NFC no aparelho. O par de controle destacáveis também ganhou nome: Joy-Con.

Amiibos confirmados

Além disso, foi confirmado que o dock que conecta o console na TV não tem outra função além de enviar o sinal de vídeo em uma resolução maior: 1080p. Portanto, nada de poder de fogo adicional com um hardware externo. Trata-se apenas de um acessório extra para aproveitar a jogatina na televisão.

Por ora, não há preços (uma loja publicou a pré-venda por 349 libras, ou R$ 1.340, mas logo retirou do ar) ou mais detalhes sobre o video game, mas vamos atualizar essa matéria se algo a mais surgir nesse breve período. E aí, está empolgado pelo Nintendo Switch?

Cupons de desconto TecMundo: