Com tanta conversa sobre Samsung Pay, Android Pay e Apple Pay por aí, a gente fica torcendo para que essas novidades sejam disponibilizadas o quanto antes no Brasil para usarmos e abusarmos dessa tecnologia futurista. Afinal, se você é tão aficionado pelo futuro quanto nós aqui no TecMundo somos, certamente esse sentimento já passou pela sua cabeça.

Infelizmente, nenhum desses três métodos de pagamento por celular está funcionado no país por enquanto, mas isso não quer dizer que você já não possa experimentar algo similar. Alguns bancos brasileiros possuem apps que usam o NFC de smartphones Android para pagar compras em maquininhas comuns de cartão, e o fato é que eles já funcionam razoavelmente bem.

Eu tenho usado o Ourocard (antigo Ourocard-e), do Banco do Brasil, (em um Moto X 2014 e em um Nexus 6P), pela cidade de Curitiba há alguns meses e já realizei uma série de pagamentos com ele, desde os mais baratinhos até os mais caros. A maioria das tentativas deram muito certo e foram processadas bem rapidamente pelos terminais dos estabelecimentos.

Ourocard do BB

Mas será que essa novidade é para todo mundo? Por enquanto, não. Isso porque muitos dos nossos smartphones ainda não possuem tecnologia NFC, o que é, em parte, resultado dos nossos hábitos de consumo.

Os dispositivos intermediários e os mais baratos são os mais populares no Brasil, e, salvo algumas exceções, eles não costumam contar com chips NFC, o que limita bastante o público que poderia usar o recurso para pagar compras.

A grande maioria das máquinas de cartão já tem NFC, mas muitas têm essa função desativa de fábrica

Outro problema seriam as maquininhas de cartão. Apesar de a grande maioria delas já possuírem suporte para transações via celular, boa parte vem com essa função desabilitada de fábrica. O comerciante precisa pedir para que ela seja ativada. Alguns terminais de cartão integrados aos sistemas de supermercados também sofrem com isso.

Onde já dá para usar então?

Basicamente, você consegue fazer pagamentos móveis em qualquer estabelecimento que possua uma maquininha de cartão da Cielo. Como elas são as mais populares entre os lojistas e já vêm habilitadas de fábrica para funcionar com transações via celular, você tem uma boa base de lugares que já aceitam a novidade.

Contudo, praticamente nenhum desses lugares sabe como operar suas máquinas para fazer esse tipo de processo. Nem Cielo nem Banco do Brasil divulgam isso ou ensinam aos operadores de caixa como proceder quando alguém chega para pagar com o smartphone.

Se eles disserem que não sabem como, você ensina...

Mesmo com isso, você pode insistir e dizer que é possível sim fazer o pagamento com o aparelho. Antes disso, entretanto, confira a máquina da Cielo no caixa e veja se ela tem o símbolo do NFC em dos cantos superiores, logo acima da tela.

Se ele estiver ali, diga para o operador do caixa apertar o número “1” no teclado da maquininha e escolher uma das opções de pagamento: crédito, débito etc... Nesse momento, você precisa abrir o Ourocard, digitar sua senha (ou colocar o dedo no leitor de digitais) e clicar em um dos cartões disponíveis.

O caixa vai inserir o valor na maquininha e, quando ele der Enter, vai aparecer uma mensagem pedindo para aproximar o celular da máquina. Escolha no app o mesmo tipo de operação financeira e leve o sensor NFC do seu aparelho ao símbolo da tecnologia na maquininha.

Estou falando apenas do Ourocard do BB porque foi o único que conseguimos fazer funcionar em mais locais. Contudo, o procedimento a ser realizado na máquina da Cielo é o mesmo para todos os métodos de pagamento via smartphone, inclusive para o novato Samsung Pay, que deve estrear no mercado brasileiro em breve.

Samsung Pay, Apple Pay, Android Pay...

Nenhuma dessas três soluções de pagamentos móveis está disponível no Brasil por enquanto, mas a Samsung já disse que vai liberar a sua em nosso país ainda em 2016. A promessa inicial era para o começo deste ano, mas, como já estamos em maio…

A Apple, por sua vez, não revela seus planos de expansão para o Apple Pay pelo mundo, mas ele está chegando a diversos países pouco a pouco. Pode ser que o recurso estreie no Brasil em algum tempo, sendo que, em dezembro do ano passado, uma vaga para “gerente de negócios para o Apple Pay” em São Paulo foi aberta.

Se o posto já tiver sido preenchido, é possível que a Maçã esteja trabalhando por baixo dos panos para inaugurar a novidade no país. Contudo, não há como especular sobre nenhum prazo.

O Android Pay parece ser o mais distante da nossa realidade no momento

O Android Pay, infelizmente, parece ser o mais distante da nossa realidade no momento. Entrei em contato com a Google para tentar descobrir alguma coisa sobre o serviço, mas a empresa disse que não tem nenhum plano definido para trazê-lo ao Brasil.

Apesar disso, o Android Marshmallow 6.0 possui um recurso para integrar leitores biométricos de forma nativa ao sistema, o que permite a outros apps (como o Ourocard) utilizar biometria para autorizar pagamentos NFC.

Desinteresse por parte das empresas

Mesmo ainda sendo um tanto frustrante usar a tecnologia por conta do desconhecimento dos lojistas, é realmente interessante fazer isso com o seu smartphone. O app que utilizei para o teste funciona muito bem e não enfrentei nenhum problema com ele em máquinas da Cielo.

Nas da Rede, por outro lado, nunca foi possível realizar um pagamento sequer. Mas maquininhas dessa empresa são as que precisam ser habilitadas para o uso.

São as máquinas da Rede que precisam ser habilitadas para usar o NFC

Quando isso está liberado, o caixa insere o valor antes de qualquer coisa e, na hora de escolher as operações, aparece uma alternativa para pagamento por celular. Contudo, como praticamente ninguém tem uma máquina da Rede com isso liberado, não consegui verificar se de fato elas funcionam para tal.

Eu contatei a assessoria de imprensa da Rede e pedi para que respondessem algumas perguntas sobre o assunto, explicando o porquê dessa situação, mas eles não deram nenhuma informação objetiva. Apenas se limitaram a dizer que tinham detectado alguns problemas e que iriam corrigi-los nas “próximas semanas”. Quão próximas essas semanas estão, não tenho a menor ideia...

Também entrei em contato com o pessoal do Banco do Brasil, da Samsung para obter mais informações e prazos para quando o NFC vai estar mais disseminado pelo país, mas todos adotaram a mesma postura da Rede, sem respostas objetivas, e não consegui nenhum esclarecimento.

Isso é um tanto triste, já que não é possível encontrar na internet informação clara e atualizada sobre a tecnologia. Assim, a gente acaba tendo que ficar testando e conferindo o que funciona e o que não funciona.

Outros bancos, empresas de cartão de crédito e de telefonia já se aventuraram nessas águas, mas a maioria parece ter abandonado o NFC sem nunca ter dado uma chance justa a ele. Eles mal anunciam que a opção existe.

Então por que gosto tanto disso?

Ignorando o fato de que novidades em tecnologia realmente chamam minha atenção, eu curto realizar pagamentos desse tipo pelo simples fato de fazer algo diferente com meu Android e também pela praticidade. Por exemplo, isso permite que eu deixe minha carteira e vá correr pelo bairro apenas com o smartphone no bolso e mais nada.

Eu já conheço vários locais próximos que possuem a tal maquininha da Cielo, e o pessoal que trabalha nesses estabelecimentos também já me conhece e não estranha mais quando eu peço para pagar com o celular.

O senhor que é dono do mercadinho a uma quadra da minha casa já faz todo o procedimento sozinho sem me perguntar nada (digita 1, escolhe operação escolhe o valor, encosta o smartphone...).

Nem todo mundo terá o empenho e a confiança que eu tenho no app

Contudo, nem todo mundo terá o empenho e a confiança que eu tenho no app. As pessoas acabam usando sempre o cartão ou o mesmo dinheiro por simples receio. Afinal, quem não é early adopter com nós, mais interessados em tecnologia, só entra no barco quando ele está funcionando 100% e quando é fácil fazer isso.

Por enquanto, ainda é mais simples levar o cartão e digitar uma senha direto na máquina. No Ourocard, você precisa desbloquear o dispositivo, digitar uma senha para abrir o app, informar um cartão, escolher débito ou crédito e só então encostar o celular. Isso sem contar que o operador do caixa tem que ser instruído sobre como fazer o processo na máquina.

Do jeito que está, a novidade fica apenas para quem gosta desse tipo de coisa, como eu e você. Para quem não tem uma conta e um cartão de crédito do BB, então, tudo se complica ainda mais.

Vamos esperar que a Samsung possa mudar isso um pouco, e, quem sabe, Apple e Google sigam o mesmo caminho logo depois. Mesmo assim, eu ainda acho o máximo pagar com o celular e sair do mercado como se fosse um “mago da tecnologia” (risos), parafraseando alguns amigos que já me adjetivaram dessa forma.

Você já usa algum app para fazer pagamentos NFC? Qual? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: