Se você acompanha o mundo de tecnologia e os principais lançamento desse mercado há algum tempo, sabe que, ao mesmo passo que esses produtos vão ficando cada vez mais poderosos, seu hardware vai ficando progressivamente mais complexo. Para confirmar se essa complexidade não atrapalha na hora dos reparos, a turma do iFixit testa regularmente uma infinidade de aparelhos. O último a participar da brincadeira foi o badalado Nexus 6P, que foi completamente destrinchado em um processo bastante trabalhoso.

Na semana passada, a equipe do site fez o mesmo procedimento com outro integrante da família de dispositivos mobile da Google, o Nexus 5X. Enquanto o produto fabricado pela LG foi identificado como um equipamento fácil de ser desmontado e montado novamente, o brinquedinho trazido pelas mãos da Huawei fez o responsável pela análise das peças suar a camisa, principalmente por conta de sua estrutura estilo monobloco – ou unibody, em inglês. O design interno torna o conserto do item um inferno para o pessoal da assistência técnica.

Abrir o Nexus 6P é uma missão complicada desde o começo, já que separar a tampa que envolve os componentes internos do resto do conjunto é algo que deve ser feito da forma mais delicada possível – sob risco de quebrar os detalhes em vidro na parte traseira do celular. Outras das dificuldades relatadas pela página estão relacionadas ao desafio alto na hora de realizar reparos corriqueiros do smartphone, como a troca do display – em casos de a peça ter trincado ou quebrado – e a substituição do módulo da câmera principal.

Mexer na tela AMOLED de 5,7 polegadas, por exemplo, é algo que exige a retirada de cada um dos itens dentro do aparelho da Huawei, deixando a pessoa com um quebra-cabeças tecnológico que precisa ser remontado posteriormente. A escolha da empresa chinesa por usar e abusar dos adesivos térmicos para manter tudo no lugar, o inverso do que foi feito no Nexus 5X, também é um fator decisivo para tornar a experiência de destrinchar o equipamento um tanto mais complexa.

Bateria salvando o time!

Apesar disso, nem tudo é criticado no projeto interno do dispositivo, uma vez que o iFixit deu um braço a torcer em um único elemento do kit: a bateria. Vencida a etapa de remover a carcaça do telefone, basta desconectar um trio de cabos para que se tenha acesso fácil à pecinha que alimenta o Nexus 6P. Na contagem final, o smartphone ganhou uma nota 2 de 10 no ranking de reparos, um número que já deixa claro que a atividade não deve realizada por qualquer pessoa – pelo menos se você não tiver a experiência e as ferramentas corretas.

Já pensou em desmontar o Nexus 6P? Cuidado, já que é bem difícil remontá-lo! Comente sobre o dispositivo no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: