(Fonte da imagem: Divulgação/Netflix)

O serviço de streaming Netflix divulgou recentemente que passou a incluir vídeos em resolução Ultra HD (quatro vezes maior do que o Full HD) em seu rol de programas. Até o momento, foram confirmadas a segunda temporada da série House of Cards e também “alguns documentários sobre a natureza”.

Até o momento, os programas estão limitados a TVs com o Netflix e o decodificador HEVC/H.265. “[Os programas] estão disponíveis em qualquer lugar em que o Netflix esteja disponível, e os primeiros aparelhos de TV já estão chegando aos analistas e às prateleiras”, disse um porta-voz da companhia ao site Multichannel News.

Experiência UltraHD ainda limitada

De acordo com o site de análises britânico HDTV Test, a despeito da resolução encontrada no conteúdo do Netflix, a taxa de transferência dos vídeos ainda deixa a desejar — são 15,6 Mbps. “Aos nossos olhos, a camada [2160 HD] não apresentou mais detalhes do que a [1080p] em cenários mais escuros”, disse o referido site.

Entretanto, ele acrescenta: “A versão 4K realmente apresenta um diferencial nas cenas mais brilhantes e coloridas”. Para o HDTV Test, é nesses momentos que se pode presenciar imagens “renderizadas com grande nitidez e gradiente suave.”

Ainda nos primeiros passos

Vale lembrar que o Netflix anunciou durante a última edição da feira CES (Consumer Electronics Show) que colocaria seu aplicativo 4K em novos aparelhos da Sony, da LG Electronics, da Vizio e da Samsung Electronics, de forma que o sinal pudesse ser decodificado sem a necessidade de quaisquer aparatos adicionais especializados.

De fato, foi também naquela ocasião que o serviço afirmou que colocaria seus primeiros conteúdos 4K à disposição em “algum momento durante a primavera [outono, nesta porção do globo]” — a despeito de alguns rumores que já rodopiavam pela internet desde novembro do ano passado.

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Em relação à inclusão de programas, a companhia se limitou à época a um “haverá muitos conteúdos” — conforme disse o CEO Reed Hastings durante a conferência da LG. Enfim, considerando-se o número de anúncios de novos aplicativos de suporte ao 4K — como o da Comcast, que deve ser integrado às novas TVs UltraHD da Samsung —, é de se esperar que a resolução se aproxime consideravelmente da sala de estar em 2014.

Cupons de desconto TecMundo: